observador.ptobservador.pt - 25 jan. 19:37

Virginia Giuffre. A mulher que acusou o príncipe André de abusos "assina contrato para livro de memórias"

Virginia Giuffre. A mulher que acusou o príncipe André de abusos "assina contrato para livro de memórias"

A mulher que acusou o príncipe André de a agredir sexualmente quando era ainda menor estará agora a escrever as memórias sobre o que viveu quando lidou com Epstein e Maxwell.

Virginia Giuffre, a mulher que acusou o príncipe André de a ter agredido sexualmente quando ainda era menor de idade, terá assinado contrato para um livro de memória, segundo o Telegraph. O jornal britânico revela que os direitos podem chegar aos milhões de dólares.

O príncipe André e Virgian Giuffre fecharam um acordo em meados de fevereiro de 2022, colocando ponto final no caso que os opunha num tribunal de Nova Iorque. A quantia acordada entre ambos terá sido de 12 milhões de libras (14,3 milhões de euros), um valor que foi negociado ao longo de 10 dias. O príncipe, por seu lado, ficou livre de ir a tribunal indiciado pelos crimes de abuso sexual e não admitiu culpa.

No acordo, porém, constava uma cláusula que proibia Giuffre de repetir publicamente as acusações feitas contra o príncipe durante um ano. Será por isso expectável que, nas suas memórias, não explore o acordo com o duque de York, mas sim toda a sua experiência com Jeffrey Epstein e Ghislaine Maxwell.

A noticia surge numa altura em que o duque de York quer reverter este acordo, uma vez que Giuffre deixou cair uma outra queixa de abuso sexual, desta vez contra o advogado norte-americano Alan Dershowitz, e novamente com Epstein como intermediário. Na mesma, Giuffre admitiu que “talvez tenha cometido um erro” quando afirmou ter sido abusada pelo homem quando era adolescente.

Príncipe André quer reverter acordo milionário com Virginia Giuffre

Virginia Giuffre tem atualmente 39 anos e vive na Austrália com o marido e os três filhos e os advogados não confirmaram os detalhes do contrato para o livro, segundo o Telegraph.

No ano passado o caso que opôs Giuffre a André, ameaçou lançar uma sombra sobre o Jubileu de Platina de Isabel II, que se celebrou em junho. Este ano, caso este livro reavive a memória sobre o sucedido, o assunto pode fazer sombra à coroação de Carlos III, marcada para 6 de maio.

NewsItem [
pubDate=2023-01-25 19:37:05.0
, url=https://observador.pt/2023/01/25/virginia-giuffre-a-mulher-que-acusou-o-principe-andre-de-abusos-assina-contrato-para-livro-de-memorias/
, host=observador.pt
, wordCount=321
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2023_01_25_76618814_virginia-giuffre-a-mulher-que-acusou-o-principe-andre-de-abusos-assina-contrato-para-livro-de-memorias
, topics=[família real britânica, livros, celebridades, casas reais]
, sections=[vida]
, score=0.000000]