www.jn.ptjn.pt - 25 jan. 22:59

Lisboa conta com retorno de 200 milhões de euros da Jornada Mundial da Juventude

Lisboa conta com retorno de 200 milhões de euros da Jornada Mundial da Juventude

Município acredita que investimento em encontro católico "ficará na cidade". Palco-altar servirá para eventos culturais e musicais.

A Jornada Mundial da Juventude deverá ter um retorno económico para Lisboa de "200 a 300 milhões de euros", disse, ontem, o vice-presidente da Câmara de Lisboa, Anacoreta Correia. O palco-altar é uma das obras mais caras, que tem gerado polémica numa altura de aumento da pobreza, mas Anacoreta Correia justifica a estrutura com o "aproveitamento futuro para a cidade". A Fundação Jornada Mundial da Juventude lembra a "opção de requalificar uma zona da cidade".

No Parque Tejo, já se vê a base do palco-altar que receberá o Papa Francisco, nos dias 5 e 6 de agosto. A construção da estrutura foi adjudicada por 4,2 milhões, um investimento que o Município acredita que "ficará na cidade". Anacoreta Correia revelou, em conferência de imprensa, que "promotores de grandes eventos internacionais musicais e culturais já mostraram vontade de usar este equipamento", mas não quis dizer quais. O Rock in Rio garantiu ao JN que "para já continua no Parque da Bela Vista".

NewsItem [
pubDate=2023-01-25 22:59:00.0
, url=https://www.jn.pt/local/noticias/lisboa/lisboa/lisboa-conta-com-retorno-de-200-milhoes-de-euros-da-jornada-mundial-da-juventude--15723368.html
, host=www.jn.pt
, wordCount=161
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2023_01_25_1552976502_lisboa-conta-com-retorno-de-200-milhoes-de-euros-da-jornada-mundial-da-juventude
, topics=[concelho lisboa, lisboa, jornada mundial da juventude, local]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]