observador.ptobservador.pt - 26 set. 23:51

Temido a favorita para suceder a Costa, Rangel para suceder a Rio. As outras sondagens da noite eleitoral

Temido a favorita para suceder a Costa, Rangel para suceder a Rio. As outras sondagens da noite eleitoral

Se os portugueses estivesse a escolher um novo Governo, o PS venceria. Marta Temido é a favorita a substituir Costa na liderança do PS. Paulo Rangel é o favorito a suceder a Rui Rio.

As projeções das eleições autárquicas deste domingo foram acompanhadas por outras sondagens sobre o futuro dos partidos e do país. Milhares de pessoas responderam a questões sobre o futuro da liderança do PS, a melhor substituição para Rui Rio à frente do PSD e quem formaria Governo se Portugal estivesse a escolher um novo Governo. Leia aqui as conclusões das sondagens.

Marta Temido é a favorita a substituir Costa na liderança do PS

Marta Temido, ministra da Saúde, é a favorita para suceder ao primeiro-ministro António Costa na liderança do Partido Socialista (PS), indica a sondagem da Intercampus para o Negócios, CMTV e Correio da Manhã. Foi a escolhida por 25,9% dos inquiridos, à frente de Fernando Medina (21%) e de Pedro Nuno Santos (20%). Olhando apenas para quem vota PS, Marta Temido consegue uma vantagem ainda maior, de 33,5%. Seguem-se Pedro Nuno Santos (24,6%) e Fernando Medina (20,1%).

Paulo Rangel é o favorito a suceder a Rui Rio no comando do PSD

Se Rui Rio abandonasse a liderança do Partido Social Democrata (PSD), Paulo Rangel seria o favorito a substituí-lo, revela a mesma sondagem. Independentemente da tendência de voto dos participantes, 34,3% escolheu-o a ele, seguindo-se Pedro Passo Coelho (27,8%) e Luís Montenegro (15,8%). Mas, entre os votantes habituais do PSD, é Pedro Passos Coelho quem surge à frente, com 44,2%. Paulo Rangel fica em segundo com 25% e Luís Montenegro aparece com 19,2%.

Se as legislativas fossem hoje, PS venceria

Se Portugal fosse às urnas este domingo para escolher a composição da Assembleia da República, não para as eleições autárquicas, o PS venceria com 41,3% dos votos, diz a sondagem legislativa da Pitagórica para a TVI. O PSD conquistaria 25,1% dos votos, mas o CDS-PP surgiria em penúltimo, com 2% dos votos. O terceiro lugar seria partilhado entre o Bloco de Esquerda e com o Chega, ambos com 7,1%. Segue-se a CDU (5,5%) e a Iniciativa Liberal (4,7). Em último, depois do CDS, estaria o PAN, com 1,8%.

PS aumenta vantagem para o PSD em dois pontos percentuais

O barómetro da Intercampus dá a vitória ao PS se as legislativas fossem debatidas este domingo; e acrescenta que a vantagem aumentaria em dois pontos percentuais de agosto para cá — de 34,7% para 36,8%. O PSD segue em sentido contrário, com uma descida de 25,1% para 24,6%. Aliás, além dos socialistas, só mesmo o Chega obteve mais intenções de voto agora do que em agosto: aumentou de 7,4% para 8,6%, fazendo deste partido o quarto maior do país. À frente dele, em terceiro lugar, prossegue o Bloco de Esquerda, passando de 9,1% em agosto para 9,7% em setembro. De resto, a CDU e a Iniciativa Liberal conquistam 5,5% das intenções de voto, o PAN 3,3%, o CDS 1,4% e o Livre 0,4%.

NewsItem [
pubDate=2021-09-26 22:51:19.0
, url=https://observador.pt/2021/09/26/temido-a-favorita-para-suceder-a-costa-rangel-para-suceder-a-rio-as-outras-sondagens-da-noite-eleitoral/
, host=observador.pt
, wordCount=459
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_09_26_954625363_temido-a-favorita-para-suceder-a-costa-rangel-para-suceder-a-rio-as-outras-sondagens-da-noite-eleitoral
, topics=[autárquicas 2021]
, sections=[]
, score=0.000000]