rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 20 set 01:00

Nesta época ou na próxima, "Fábio Silva será titular do FC Porto"

Nesta época ou na próxima, "Fábio Silva será titular do FC Porto"

Leopoldo, antigo capitão do FC Porto, antevê grande futuro para Fábio Silva e considera boa notícia o avançado tornar-se no mais jovem jogador da história do clube a atuar na Europa.

Leopoldo Amorim considera que, mais tarde ou mais cedo, Fábio Silva será titular no ataque do FC Porto.

Fábio Silva fez história frente ao Young Boys, quando entrou em campo aos 81 minutos: tornou-se, com 17 anos e dois meses de idade, no mais jovem jogador de sempre na história do FC Porto a jogar numa competição europeia. Bateu um recorde que durava há 55 anos, de João Atraca, antigo lateral-direito que jogou, em dezembro de 1964, frente aos alemães do TSV Munique, para a extinta Taça dos Vencedores das Taças.

Em entrevista a Bola Branca, Leopoldo Amorim, o segundo capitão mais jovem da história do FC Porto, depois de Rúben Neves, elogia a posta de Sérgio Conceição e vaticina a titularidade de Fábio Silva, nesta época ou na próxima:

“Fábio Silva tem muito talento e Sérgio Conceição, que trabalha com ele todos os dias, sabe que, mais tarde ou mais cedo, será titular na equipa do FC Porto. Se não for este ano, será no próximo. Não tenho dúvidas quanto a isso”, refere o antigo jogador.

Formação deve ser aposta no FC Porto

Fábio Silva estreou-se na Liga Europa frente ao Young Boys e, esta época, já participou em quatro jogos oficiais pela principal equipa do FC Porto. Mesmo cinco pontas-de-lança no plantel, Sérgio Conceição mantém Fábio Silva no principal quadro de jogadores.

Leopoldo Amorim considera importante para o futuro da equipa a aposta em jovens jogadores.

"O recorde [de Atraca] foi batido, o que é muito bom para o FC Porto, como foi quando Rúben Neves bateu o meu recorde como capitão mais jovem do clube. Só é pena o FC Porto não dar continuidade, porque o Rúben Neves tinha valor para jogar na equipa principal, da mesma forma que Fábio Silva, mais algum tempo, será titular. Esses jogadores com referência na formação fazem falta na equipa do FC Porto", afirma.

Leopoldo também recorda João Atraca, com quem chegou a jogar: “Lembro-me muito bem dele, porque ainda fiz parte desse plantel. Quando subi a sénior, o Atraca era o lateral-direito do FC Porto."

Leopoldo Amorim, de 70 anos, representou o FC Porto entre 1968 e 1975. Na época de 1968/69, foi capitão da equipa, com 19 anos de idade. Na altura, tornou-se no capitão mais jovem da história do FC Porto. Uma marca batida por Rúben Neves, quando o médio capitaneou a equipa azul e branca, num jogo da Liga dos Campeões, com 18 anos, em outubro de 2015.

1
1