desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 20 set 13:13

Ansu Fati já pode jogar pela seleção espanhola

Ansu Fati já pode jogar pela seleção espanhola

Federação Espanhola tinha entrado com um pedido de urgência para a naturalização do jogador e processo ficou concluído esta sexta-feira....

O Conselho de Ministros de Espanha concedeu hoje a nacionalidade espanhola ao futebolista Ansu Fati, nascido na Guiné-Bissau e que se estreou na equipa principal do FC Barcelona em agosto, com 16 anos, nove meses e 25 dias.

Nascido na Guiné-Bissau em 31 de dezembro de 2002, Anssumane Fati tornou-se no segundo jogador mais jovem a envergar a camisola ‘blaugrana’, depois de Vicenç Martínez Alama, na época de 1941/42, que se estreou aos 16 anos e 280 dias.

Em 31 de agosto, Ansu Fati tornou-se em Pamplona no jogador mais jovem a marcar pelo FC Barcelona na Liga, com 16 anos e 304 dias, destronando o hispano-sérvio Bojan Krkic e o ‘astro’ argentino Lionel Messi.

O Conselho de Ministros aprovou a proposta da ministra da Justiça, Dolores Delgado, e a atribuição, por decreto real, da nacionalidade espanhola vai permitir a Ansu Fati estrear-se com a camisola ‘roja’ no próximo campeonato do mundo de sub-17, que vai ser disputado no Brasil, entre 26 de outubro e 17 de novembro.

O pedido foi submetido pela Real Federação Espanhola de Futebol e apoiado pelo Conselho Superior de Desportes (CSD).

Em 2013, Ansu Fati deixou os escalões de formação do Sevilha para assinar pelo FC Barcelona, com o qual tem um contrato de acordo com a legislação da FIFA prevista para menores de idade até 2022, com uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros.

Notícia atualizada às 14h20

1
1