O deputado do PSD que está a ser investigado por alegada troca de favores com o PS na Operação Tutti-Frutti diz que não quer servir de "idiota útil" para demitir ministros.