observador.ptObservador - 25 jan. 00:20

O líder do Whatsapp

O líder do Whatsapp

O PS também nos tem habituado a líderes de qualidade muito duvidosa. Um partido que foi liderado por Sócrates, pode eleger PNS. Portugal é que não pode ter um PM como PNS.

Pedro Nuno Santos disse a todos os portugueses que não sabia sobre a indemnização da TAP a Alexandra Reis. Mesmo assim, demitiu-se das funções de ministro, aparentemente assumindo a responsabilidade política sobre o episódio. Foi elogiado por muitos camaradas socialistas pela sua “coragem” e “sentido de responsabilidade.”

Afinal, tal como o seu grande rival Fernando Medina, PNS também tem graves problemas de memória. Semanas depois de ter abandonado o governo, PNS lembrou-se que tinha dado a sua autorização informal para o pagamento da indemnização. A autorização foi dada num grupo do Whatsapp.

Este caso é extraordinário. Uma antiga secretária do Estado, ou ministra (irrelevante) do PS, chamada Alexandra Leitão, diz que “acredita que PNS teve um lapso de memória.” A ingenuidade da camarada de PNS emociona. Como é que alguém tem “lapsos de memória” sobre uma indemnização de meio milhão de euros, na companhia mais importante tutelada pelo antigo ministro, e num caso que dominou as not��cias durante semanas. Caros socialistas, não tenham medo da verdade: PNS saiu do governo a mentir aos portugueses. A verdade, afinal, estava escondida no Whatsapp e a confissão da mentira demorou cerca de três semanas.

Além de mentiroso, PNS sofre de uma ligeireza absoluta no modo como toma decisões sobre matérias importantes: num grupo do Whatsapp. Todos nós estamos em grupos de Whatsapp com amigos, onde combinamos actividades sociais, como almoços, jantares e festas. Ora, Portugal tinha um ministro que tomava decisões muito relevantes pelo Whatsapp. Mostra não só a irresponsabilidade de PNS, como o modo como muitos no PS tratam o Estado e o governo. É a propriedade socialista governada entre amigos do Whatsapp. Haverá outros membros do governo de Costa a tomar decisões pelo Whatsapp? Será este o governo do Whatsapp?

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.

NewsItem [
pubDate=2023-01-25 00:20:43.0
, url=https://observador.pt/opiniao/o-lider-do-whatsapp/
, host=observador.pt
, wordCount=328
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2023_01_25_985613547_o-lider-do-whatsapp
, topics=[opinião, pedro nuno santos]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]