www.jornaldenegocios.ptjng@negocios.pt (Jornal de Negócios) - 25 jan. 09:40

Reformarmo-nos das coisas que nos chateiam

Reformarmo-nos das coisas que nos chateiam

Em lugar de passar por deprimido porque não lhe apetece sair à noite, ir a jantares do escritório ou a casamentos, anuncie com o melhor dos sorrisos que se reformou dessas atividades. Soa logo melhor.

Tiro o chapéu àqueles que conseguem colocar por palavras o que sinto, deslindar os pensamentos que se digladiam sem nexo dentro da minha cabeça, oferecendo-me um discurso coerente de mão beijada. Foi o que senti ao ler um texto da School of Life, criada pelo filósofo Alain de Botton, desta vez sobre a estupidez de não usarmos a palavra “reforma” para, com muito glamour, pormos um ponto final nas coisas que nos chateiam.

...
NewsItem [
pubDate=2023-01-25 09:40:00.0
, url=https://www.jornaldenegocios.pt/opiniao/colunistas/isabel-stilwell/detalhe/reformarmo-nos-das-coisas-que-nos-chateiam
, host=www.jornaldenegocios.pt
, wordCount=73
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2023_01_25_86178218_reformarmo-nos-das-coisas-que-nos-chateiam
, topics=[isabel stilwell, opiniao]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]