tek.sapo.pttek.sapo.pt - 25 jan. 18:47

Universidades vão ter software para detetar a utilização do ChatGPT em trabalhos e exames

Universidades vão ter software para detetar a utilização do ChatGPT em trabalhos e exames

A ferramenta está a ser desenvolvida desde 2020.

O Turnitin, conhecido software de deteção de plágio, usado em milhares de universidades e escolas em todo o mundo, está agora a desenvolver uma ferramenta que será capaz de identificar texto gerado por inteligência artificial.

Desde o lançamento do ChatGPT, por parte da OpenAI, que os modelos de linguagem têm ganho tração, sendo que várias empresas estão a apoiar-se neste trabalho para gerar novos sistemas de criação textual semelhantes, onde o utilizador tem apenas de deixar instruções para receber respostas fluídas, coerentes e convincentes.

Por conta disto, há cada vez mais estudantes a fazerem-se valer destas ferramentas de IA para completar os seus trabalhos, sendo que a comunidade educativa ainda não teve tempo para aferir o impacto da utilização deste tipo de software. Nos estados norte-americanos da Califórnia, Nova Iorque, Virgínia e Alabama, várias escolas optaram por bloquear o acesso ao ChatGPT, nas redes públicas de internet.

ChatGPT conquista um milhão de utilizadores em menos de uma semana do lançamento Ver artigo

Ainda não existe uma forma eficaz de detetar texto gerado por IA, mas o Turnitin promete ser uma solução viável para o efeito. A empresa foi adquirida em 2019, pela Advanced Publications, num negócio avaliado em 1,75 mil milhões de dólares. O seu software já foi utilizado em mais de 140 países, pelo que o repositório de ensaios a que tem acesso a torna na empresa ideal para desenvolver uma nova ferramenta académica com vista à identificação de texto artificial.

O Turnitin está a trabalhar neste novo software deste o lançamento do GPT-3, em 2020. "O tempo importa. Temos recebido várias mensagens de professores que nos pedem uma solução. A primeira fase do programa vai consistir num detetor básico, mas, depois disso, vamos conseguir lançar vários updates que tornarão a utilização da ferramenta num processo mais fluído e imediato", afirmou Annie Chechitelli, chief product officer, em conversa com o The Register.

Inicialmente, o programa será gratuito para atuais clientes, uma vez que a empresa terá de recolher feedback e dados com vista a tornar o software mais profícuo e eficaz. "Mais tarde, veremos como podemos rentabilizar esta solução", afirmou Chechitelli.

NewsItem [
pubDate=2023-01-25 18:47:25.0
, url=https://tek.sapo.pt/noticias/internet/artigos/universidades-vao-ter-software-para-detetar-a-utilizacao-do-chatgpt-em-trabalhos-e-exames
, host=tek.sapo.pt
, wordCount=348
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2023_01_25_2146042708_universidades-vao-ter-software-para-detetar-a-utilizacao-do-chatgpt-em-trabalhos-e-exames
, topics=[tecnologia, turnitin, inteligência artifical, chatgpt]
, sections=[ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]