Os concursos de obras públicas promovidos no ano passado tiveram uma quebra de 3% face a 2021, com o montante a variar de 3.783 milhões para 3.657,6 milhões de euros, segundo a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas.

Em causa estão 3.825 concursos de empreitadas, refere a entidade numa nota enviada esta quarta-feira à comunicação social.

No que diz respeito à celebração de contratos de empreitadas de obras públicas – registados no Portal Base -, a associação aponta para um total de 2.479 milhões de euros no ano passado, uma queda de 34% em termos homólogos, face aos 3.766 milhões de euros de 2021, o que corresponde a uma quebra de 1.286 milhões de euros no volume de contratação pública.

“Os contratos de empreitadas celebrados no âmbito de concursos públicos em 2022 fixaram-se nos 1.915 milhões de euros, menos 32%(2) em termos homólogos”, é revelado no mesmo comunicado.

Segundo a mesma associação, os contratos celebrados nas modalidades de Ajustes Diretos e Consultas Prévias totalizaram 437 milhões de euros em 2022, menos 29%(2) em termos homólogos. The post Celebração de contratos de empreitadas de obras públicas recua 24% em 2022 first appeared on O Jornal Económico .