visao.sapo.ptRUI FERREIRA - 24 jan. 16:45

Exame Informática | Segurança, eficiência e rentabilidade? O Software as a Service pode ser a resposta

Exame Informática | Segurança, eficiência e rentabilidade? O Software as a Service pode ser a resposta

Daniel Silva, diretor de tecnologia da StoresAce, defende neste artigo de opinião as vantagens que a aposta num modelo de software enquanto serviço (SaaS) pode trazer às empresas

Caminhamos, a passos largos, para um mundo progressivamente mais tecnológico. A transformação digital a que temos assistido tem-se vindo a manifestar em todas as áreas, e os novos modelos de negócio e trabalho levam a que cada vez mais empresas reconheçam a necessidade de recorrer a soluções tecnológicas para fazerem crescer os seus negócios e geri-los da melhor forma possível. À boleia da cloud, o SaaS, ou Software as a Service, tem vindo a massificar-se, e diria que cerca de 70% do software usado no tecido empresarial apresenta este modelo.

O SaaS é um tipo de computação assente na cloud que permite às empresas utilizar aplicações de software através da Internet, em vez de as instalar e manter nos seus próprios computadores e servidores, mediante o pagamento de uma taxa de subscrição. Para as empresas, são várias as vantagens que o SaaS apresenta, sendo uma das principais a redução de custos. Ao subscrever um serviço SaaS, uma empresa controla facilmente os seus gastos, uma vez que deixa de precisar de servidores e de ter de se preocupar com a manutenção e atualização do software, que passa a ser responsabilidade do fornecedor do serviço. Assim, independentemente dos dados que se extraem, das lojas que se abrem, do quanto o negócio se expande, o valor que se paga pelo software é padronizado e não traz surpresas ao orçamento da empresa.

Outra das vantagens do SaaS, especialmente relevante numa altura em que os ciberataques aumentam e as preocupações com a cibersegurança crescem, é a segurança que confere, sendo responsabilidade absoluta do fornecedor do serviço. Desta forma, não é necessário ter equipas internas especializadas no assunto, que acabam, também, por ser mais caras, verificando-se, uma vez mais, a redução de custos. E, claro, se estamos a falar de um software assente na cloud, o acesso anywhere, anytime, any device é outra das suas grandes mais-valias. Se, há uns anos, era necessário estar na empresa para aceder ao sistema, agora, é possível fazê-lo a partir de qualquer parte do mundo, desde que exista acesso à internet. Este tipo de software também traz consigo uma série de integrações que permitem a ligação de vários sistemas de forma simples e acessível.

No fundo, todos estes benefícios associados ao SaaS se devem à cloud, que confere às empresas inúmeras vantagens competitivas, na medida em que permite a melhoria da prestação de serviços, a capacidade de escalar mais rapidamente, a segurança, a automatização e o aumento da eficiência da gestão. E é por isto que, cada vez mais e a grande velocidade, as startups que desenvolvem software apostam no SaaS, tanto para resposta às necessidades de empresas B2B como B2C. Tudo se torna mais eficiente e todas as partes saem a ganhar, daí o boom a que temos vindo a assistir.

NewsItem [
pubDate=2023-01-24 16:45:03.0
, url=https://visao.sapo.pt/exameinformatica/opiniao-ei/2023-01-24-seguranca-eficiencia-e-rentabilidade-o-software-as-a-service-pode-ser-a-resposta/
, host=visao.sapo.pt
, wordCount=460
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2023_01_24_788059188_exame-informatica-seguranca-eficiencia-e-rentabilidade-o-software-as-a-service-pode-ser-a-resposta
, topics=[cloud, tecnologia, opinião, software as a service, saas, exame informática]
, sections=[opiniao, ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]