observador.ptObservador - 24 jan. 00:17

Qual é a alternativa?

Qual é a alternativa?

Costa colou a direita, e em particular o PSD, às opções da Troika que os socialistas trouxeram para Portugal. O PSD nunca conseguiu explicar-se ao país. Ouve as críticas como se fossem merecidas.

É a pergunta óbvia quando percebemos que o que há não serve. O país está assim. O Governo está a cair aos bocados, não só pelos casos bicudos (não, não são casinhos) com que vários ministros estão confrontados, mas também pelo pântano em que o país se encontra. Não há crescimento económico, os serviços públicos estão em falência, os portugueses que podem e conseguem apanhar um avião vão tentar a sorte lá fora e só voltam para passar férias. O país está sem caminho e sem projeto.

Perante este estado de coisas, os que ainda cá estamos, olhamos à volta e procuramos alternativas. Sim, porque só vale a pena mudar se tivermos algo de diferente para experimentar. Lemos os jornais, ouvimos a oposição e não vemos nada. A oposição à direita do Partido Socialista está entretida a aproveitar a onda de descontentamento, a fazer listas de perguntas aos ministros que estão na berlinda, a dar razão aos setores descontentes, a pedir demissões, mas esqueceu-se de ouvir a queixa que o Presidente da República deixa no ar repetidas vezes: não há alternativa que nos permita achar que se houver eleições as coisas podem mudar.

A verdade é que a direita anda tão ocupada a ver quem grita mais, quem chega primeiro e com mais eficácia às críticas ao Governo, que se esquece de dizer como faria diferente e que solução defende para os problemas.

Em tudo isto, o PSD, como partido alternativo de Governo e líder da oposição, tem particulares responsabilidades. Nenhum português se convence quando ouve o líder do partido a dar razão aos protestos dos professores, ou a criticar o estado a que chegou o Serviço Nacional de Saúde, ou a fazer o discurso estafado do Portugal a caminho da cauda da Europa.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.

NewsItem [
pubDate=2023-01-24 00:17:25.0
, url=https://observador.pt/opiniao/qual-e-a-alternativa/
, host=observador.pt
, wordCount=333
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2023_01_24_323917023_qual-e-a-alternativa
, topics=[psd, opinião, luís montenegro, iniciativa liberal]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]