www.jornaldenegocios.ptjng@negocios.pt (Jornal de Negócios) - 25 nov. 14:38

O custo orçamental do quantitative easing

O custo orçamental do quantitative easing

A inflação tornou-se rígida, o que significa que é provável que os bancos centrais tenham de manter as taxas de juros altas por algum tempo – incorrendo ao longo de todo esse período em perdas nos investimentos.

Ao acumularem participações maciças de participações em obrigações ao longo de uma década de "quantitative easing" (QE), os bancos centrais estavam efetivamente a apostar que as taxas de juro iriam manter-se baixas indefinidamente. Perderam a aposta.


Os economistas concordam: os programas de compra de dívida dos bancos centrais constituem uma

...
NewsItem [
pubDate=2022-11-25 14:38:48.0
, url=https://www.jornaldenegocios.pt/opiniao/economistas/detalhe/o-custo-orcamental-do-quantitative-easing
, host=www.jornaldenegocios.pt
, wordCount=50
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_11_25_1622020614_o-custo-orcamental-do-quantitative-easing
, topics=[economistas, opiniao]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]