www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 25 nov. 16:16

Retirar o portátil da mala no aeroporto de Londres deixa de ser necessário a partir do próximo ano

Retirar o portátil da mala no aeroporto de Londres deixa de ser necessário a partir do próximo ano

Depois dos aeroportos em Amesterdão e EUA, Londres vai abraçar uma tecnologia de 'scanning', que permite aos viajantes passarem pelos corredores de segurança, sem necessidade de abrir as malas.

A partir de abril do próximo ano, já não será necessário abrir a mala para colocar o computador portátil e recipientes com líquidos para colocar na passadeira de segurança no aeroporto de Londres. A inovação passa a ser possível devido a uma parceria com a tecnológica Leidos.

O aeroporto vai instalar scanners da nova geração com capacidade para tal. A instalação desta tecnologia começa em abril do próximo ano e permite ver as malar por dentro com imagem em 3D, permitindo ainda a rotação da mesma em três eixos. 

Segundo o comunicado citado pela Bloomberg, Londres assume-se assim como um dos primeiros aeroportos a adotar a tomografia computorizada. Atualmente, já há tecnologias semelhantes em aeroportos de Amesterdão e nos EUA.

Esta tecnologia poderá acelerar o processo de segurança dos passageiros, num aeroporto conhecido por servir sobretudo viagens de negócios, com curtos períodos de embarque.

NewsItem [
pubDate=2022-11-25 16:16:29.0
, url=https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/transportes/aviacao/detalhe/retirar-o-portatil-da-mala-no-aeroporto-de-londres-deixa-de-ser-necessario-a-partir-do-proximo-ano
, host=www.jornaldenegocios.pt
, wordCount=141
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_11_25_1551362949_retirar-o-portatil-da-mala-no-aeroporto-de-londres-deixa-de-ser-necessario-a-partir-do-proximo-ano
, topics=[aviação]
, sections=[economia]
, score=0.000000]