eco.sapo.pteco.sapo.pt - 23 set. 20:19

Supervisor dos mercados europeus pede ferramentas para suspender negociação

Supervisor dos mercados europeus pede ferramentas para suspender negociação

ESMA e Comissão Europeia trocaram cartas e concluíram que tem havido muito pouca intervenção no mercado de derivados energéticos.

A entidade supervisora dos mercados europeus (ESMA) pediu à Comissão Europeia ferramentas para poder suspender a negociação no mercado de matérias-primas em caso de volatilidade excessiva. O pedido foi tornado público através de uma troca de cartas entre as duas entidades.

No passado dia 13 de setembro, a Comissão Europeia exigiu à ESMA que investigasse porque os mercados de energia não estavam a aplicar os sistemas de estabilização de preços, conforme consta na norma Mifid 2, refere o jornal Cinco Días.

A entidade supervisora reconheceu a Bruxelas que as suspensões de negociação nestes mercados tinham sido “muito baixas” até agora e pediu uma ferramenta temporária e exclusiva para interromper a negociação nos mercados de derivados energéticos sempre que houver elevada volatilidade. Esta ferramenta seria usada “apenas em circunstâncias excecionais, como os picos de volatilidade, que podem dar origem a condições de mercado descoordenadas”.

Na norma Mifid 2, os sistemas de negociação são capazes de detetar ou mesmo de limitar temporariamente a sessão sempre que se verifica um movimento significativo nos preços de um instrumento financeiro nesse mercado ou num mercado conexo durante um curto período.

A ESMA considera que é necessária uma avaliação cuidada para evitar a transferência do risco do setor energético para o setor financeiro.

NewsItem [
pubDate=2022-09-23 19:19:38.0
, url=https://eco.sapo.pt/2022/09/23/supervisor-dos-mercados-europeus-pede-ferramentas-para-suspender-negociacao/
, host=eco.sapo.pt
, wordCount=205
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_09_23_425636860_supervisor-dos-mercados-europeus-pede-ferramentas-para-suspender-negociacao
, topics=[mercados]
, sections=[economia]
, score=0.000000]