rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 23 set. 19:15

Presidente da CIP diz que ministro da Economia falou “fora de tempo” e pede que Costa Silva não desanime

Presidente da CIP diz que ministro da Economia falou “fora de tempo” e pede que Costa Silva não desanime

Em declarações à Renascença, António Saraiva mostra-se convencido de que o Governo vai avançar com a descida do IRC.

O presidente da CIP - Confederação Empresarial de Portugal acredita que o Governo vai acabar por baixar o IRC.

Questionado, pela sobre o caso da alegada “desautorização” do ministro da Economia por parte do ministro das Finanças, António Saraiva considera que o ministro António Costa Silva se referiu "fora de tempo" a uma eventual descida transversal do IRC, tendo em conta que o Orçamento não pode ser revelado ao público antes da sua apresentação.

“Isto é como nas empresas, o diretor comercial invariavelmente zanga-se com o diretor financeiro, porque um gere as expetativas e os negócios, e o outro gere os dinheiros”, exemplificou o presidente da CIP.

“Eu não diria que foi desautorizado, mas, enfim, o Orçamento não pode ser revelado publicamente antes da sua apresentação em Assembleia, e o senhor ministro da Economia, defendendo as dores dos empresários, o que só lhe fica bem, veio expressar um desejo, mas fê-lo fora de tempo”, complementou.

Depois de o ministro da Economia ter defendido publicamente uma descida transversal do IRC, o ministro das Finanças, Fernando Medina, acabou por mostrar algum desconforto, declarando que "não seria próprio trazemos para fora da negociação aquilo que está a ser tratado na mesa das negociações”.

O episódio, na ótica de António Saraiva, foi "desagradável" para o ministro da Economia e "deveria ter sido evitado". Ainda assim, o líder da CIP desvaloriza, afirmando que não há “nada que o tempo não resolva”.

“Acredito que o senhor ministro preferia que este episodio não tivesse esta ressonância que ganhou em termos de exposição pública, mas que isto não lhe retire o ânimo, não lhe retire o motivo pelo qual vem animado e que é, precisamente, promover algumas melhorias nos fatores de competitividade nas nossas empresas”, acrescenta.

Entrevista do presidente da CIP, António Saraiva, ao jornalista Pedro Mesquita Entrevista do presidente da CIP, António Saraiva, ao jornalista Pedro Mesquita

Sobre a eventual descida do IRC, o presidente da CIP diz à , que não nenhuma decisão tomada, embora afirme sentir “da parte do governo alguma abertura” sobre esta questão em concreto.

Contudo, ressalva que “o IRC não é a bala de prata da carga fiscal, mas apenas um dos itens que estamos a discutir”.

Admite que o que “eventualmente acontecerá, é que não será uma baixa transversal, será uma baixa com diferenciação positiva para premiar ou, melhor dizendo, incentivar este ou aquele aspeto”.

António Saraiva diz-se ainda “convencido de que em sede de concertação social e no espírito do acordo de concertação que queremos celebrar”, a descida do IRC vai acontecer.

Depois do caso que envolveu o ministro Pedro Nuno Santos, o Governo está agora com mais um caso para gerir.

António Saraiva considera que “são casos evitáveis”, uma vez que o desejável é “ter um Governo forte, num tempo de crises como estas que vivemos”.

NewsItem [
pubDate=2022-09-23 18:15:56.0
, url=https://rr.sapo.pt/noticia/economia/2022/09/23/presidente-da-cip-diz-que-ministro-da-economia-falou-fora-de-tempo-e-pede-que-costa-silva-nao-desanime/300929/
, host=rr.sapo.pt
, wordCount=455
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_09_23_1286468708_presidente-da-cip-diz-que-ministro-da-economia-falou-fora-de-tempo-e-pede-que-costa-silva-nao-desanime
, topics=[informação, economia]
, sections=[economia]
, score=0.000000]