rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 22 set. 22:53

Costa pede investigação independente a "flagrante violação do Direito Internacional" pela Rússia

Costa pede investigação independente a "flagrante violação do Direito Internacional" pela Rússia

António Costa aproveitou o seu discurso na ONU para defender uma reformulação do Conselho de Segurança das Nações Unidas, para que seja mais "representativo, ágil e funcional".

O primeiro-ministro pediu uma investigação independente à "flagrante violação do Direito Internacional" cometido pela Rússia, com a guerra contra a Ucrânia.

Na Assembleia Geral das Nações Unidas, esta quinta-feira,

"Um Conselho de Segurança que reconheça que as alterações climáticas são um fator de aceleração de conflito. Um Conselho de Segurança em que países africanos e, pelo menos, Brasil e India sejam incluidos", apela.

Portugal tem intensificado contactos durante a 77.ª sessão da Assembleia-Geral da ONU para preparar a candidatura ao Conselho de Segurança em 2026. Uma campanha que João Gomes Cravinho diz aos jornalistas ser "multifacetada".

O ministro dos Negócios Estrangeiros acredita que Portugal tem "argumentos muito fortes" para voltar a integrar o orgão.

O primeiro-ministro realça também que Portugal "tem estado na linha da frente do processo de descarbonização".

"O potencial transformador das Nações Unidas é imenso, mas para isso é necessário depositar as ferramentas necessárias. Um terça da população mundial tem menos de 20 anos. É indispensável que as vozes dos jovens sejam escutadas e que tenham uma presença no processo de decisão", defende, ainda.

NewsItem [
pubDate=2022-09-22 21:53:54.0
, url=https://rr.sapo.pt/noticia/mundo/2022/09/22/costa-pede-investigacao-independente-a-flagrante-violacao-do-direito-internacional-pela-russia/300809/
, host=rr.sapo.pt
, wordCount=171
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_09_22_91287862_costa-pede-investigacao-independente-a-flagrante-violacao-do-direito-internacional-pela-russia
, topics=[informação, mundo]
, sections=[actualidade]
, score=0.000000]