jornaleconomico.ptjornaleconomico.pt - 6 ago. 15:00

FC Porto: as armas dos 'dragões' em busca do bicampeonato

FC Porto: as armas dos 'dragões' em busca do bicampeonato

Os portistas fizeram a aquisição mais cara de sempre entre clubes portugueses, que se pode tornar a mais dispendiosa da história do clube. Em sentido contrário, saíram dois jogadores em negócios milionários, que permitem que as receitas neste mercado sejam laragamente superiores ao valor gasto.

O FC Porto regressa aos relvados na defesa do título de campeão, depois de conquistar a Supertaça, no último fim-de-semana, com uma vitória (3-0) diante do CD Tondela. Oito dias volvidos, vai receber o Marítimo no estádio do Dragão, este sábado a partir 20h30. O mercado ainda irá mexer durante quase um mês (em Portugal fecha no final do dia de 31 de agosto), mas os portistas já investiram em vários reforços e até bateram recordes numa compra.

É que os negócios feitos pelos ‘dragões’ contemplam a transferência mais cara de sempre realizada entre clubes da liga portuguesa, num negócio que, simultaneamente, um dos mais avultados da história do clube. Trata-se da aquisição do passe de David Carmo, defesa central que chegou do Sporting de Braga por um valor fixo de 20 milhões de euros, que podem chegar a 22,5 milhões mediante variáveis.

Entre as transferências mais caras para os ‘azuis-e-brancos’ neste mercado, encontram-se também os nomes do extremo brasileiro Gabriel Veron (10,5 milhões) e do médio sérvio Marko Grujic (9 milhões), que esteve emprestado ao FC Porto, por parte do Liverpool nas últimas duas temporadas. Ao todo, e já contabilizando a contratação de André Franco (médio ofensivo proveniente do Estoril) o campeão nacional já investiu 47,5 milhões de euros.

Por outro lado, em termos de vendas, o valor das receitas é, para já, quase o dobro do valor gasto. Destaque para o montante ganho com a venda do passe de Vitinha para o PSG (41,5 milhões de euros) e Fábio Vieira para o Arsenal (35 milhões), com os cofres portistas a encaixarem um total de 86 milhões de euros neste mercado. Posto isto, o ‘dragão’ conta com um balanço positivo de 38,5 milhões em transferências, até à data.

De acordo com os dados do ‘Transfermarkt’, site especializado na avaliação de futebolistas profissionais, o FC Porto conta agora com um plantel de 32 jogadores, que em conjunto valem 252,7 milhões de euros, sendo assim o segundo mais valioso do futebol português, atrás do Sporting. Os números indicam ainda um valor médio de 7,90 milhões por jogador, o que coloca o coletivo uma vez mais na segunda posição do ‘ranking’, desta vez atrás do Benfica.

Relativamente aos ‘dragões’ mais bem cotados no mercado, a lista é liderada por internacionais por Portugal. A avaliação do ‘Tranfermarkt’ coloca o médio Otávio (30 milhões de euros) como líder, seguindo-se o guarda redes Diogo Costa (25 milhões). A fechar o pódio, está o avançado brasileiro Evanilson (22 milhões).

O FC Porto alcançou a dobradinha (Liga e Taça de Portugal) na época passada e vai tentar repetir o brilharete. O técnico, Sérgio Conceição, venceu três campeonatos em cinco épocas no Estádio do Dragão, mas procura ainda o primeiro bicampeonato (algo que alcançou como jogador).

NewsItem [
pubDate=2022-08-06 14:00:45.0
, url=https://jornaleconomico.pt/noticias/fc-porto-as-armas-dos-dragoes-em-busca-do-bicampeonato-923766
, host=jornaleconomico.pt
, wordCount=452
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_08_06_830222013_fc-porto-as-armas-dos-dragoes-em-busca-do-bicampeonato
, topics=[economia da bola, economia, desporto]
, sections=[desporto, economia]
, score=0.000000]