www.jn.ptjn.pt - 6 ago. 19:31

Pais processam hospital por morte de bebé

Pais processam hospital por morte de bebé

Menino de sete meses faleceu em casa, em Cantanhede, dez horas depois de ter tido alta do Pediátrico de Coimbra.

Os pais do bebé de sete meses que ao início da manhã da passada terça-feira morreu em casa, em Escapães, Cantanhede, cerca de dez horas depois de ter tido alta do Hospital Pediátrico de Coimbra, vão processar o Centro Hospitalar Universitário de Coimbra (CHUC), que integra o Pediátrico. A informação foi avançada este sábado ao JN por Sónia Borges e Eusébio Jesus, os pais de Lorenzo, o menino que faleceu em casa. Consideram que o bebé não deveria ter tido alta e, por isso, querem levar a tribunal os responsáveis médicos, "independentemente do resultado da autópsia", que só deverá ser conhecido dentro de várias semanas. O CHUC considera que não havia "sinais clínicos ou de alarme que fizessem prever o lamentável desfecho".

A tragédia começou a desenhar-se no domingo passado, dia em que Lorenzo completou sete meses de vida. O menino, contam os pais, "começou com febres altas, vómitos e diarreia". Levado para o Hospital Pediátrico de Coimbra, na segunda-feira de manhã, o bebé foi diagnosticado com rotavírus (infeção viral do trato digestivo que pode causar desidratação grave), tendo sido medicado e mandado para casa, em Escapães, onde viria a falecer na manhã seguinte, perto das seis horas.

NewsItem [
pubDate=2022-08-06 18:31:00.0
, url=https://www.jn.pt/local/noticias/coimbra/cantanhede/pais-processam-hospital-por-morte-de-bebe-15075818.html
, host=www.jn.pt
, wordCount=197
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_08_06_1289232840_pais-processam-hospital-por-morte-de-bebe
, topics=[morte beb�, cantanhede, concelho cantanhede, morte bebé, local]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]