visao.sapo.ptSARA NUNES - 5 ago. 14:54

Visão | O tema energia é nuclear

Visão | O tema energia é nuclear

Sei que o tema não é querido, que nuclear é sinónimo de terror, de acidentes nucleares, como os de Fukushima ou Chernobil, de resíduos radioativos, de bombas atómicas (agora tão na agenda por causa de Putin e da sua sede de poder). Mas, não deverá Portugal inspirar-se em países como a França, a Finlândia ou a Suécia e aí aportar conhecimento?

Num verão quente e seco como aqueles que estamos a viver, o tema da Energia tem estado na ordem do dia. Não para trazer frescura a dias com temperaturas tórridas, mas porque o pouco que choveu durante os últimos meses deixa barragens em situação séria; porque o Primeiro-ministro interveio em matérias que não são da sua responsabilidade direta; porque parece que no país se tomam decisões sem pesar ou pensar nas consequências.

A falta de planeamento dos últimos anos, ou décadas, parece estar agora a ser como que destapada. Enumerar algum desse não planeamento é “visitar” o setor da Saúde, onde planeamento é apenas uma palavra do dicionário ou dos livros de Gestão. Na Educação, onde um novo ano letivo se aproxima, encontramos a contínua instabilidade ao nível de Recursos Humanos, entenda-se docentes. Na Justiça encontramos um descontentamento crónico, onde a mais recente greve dos trabalhadores dos Registos e Notariado, que registou uma adesão a rondar os 85%, é a face mais visível nos últimos dias. Dar um salto às Infraestruturas traduz-se, entre outras, em pastas como aeroporto ou ferrovia que há muito demonstram a falta de rumo, de estratégia, de pensamento a longo prazo de quem nos governa.

Num país que se pode orgulhar de produzir energia a partir do renovável, de ter sol e vento na maioria dos dias, a verdade é que estamos perante energias intermitentes, que funcionam ao ritmo da natureza, e que não nos permitem ser autossuficientes na produção de energia elétrica. É certo que tínhamos de importar carvão para ter as centrais do Pego e de Sines a produzir, mas pergunto-me: sabendo, desde os anos 90, que a desativação destas centrais aconteceria no início dos anos 20 o que fizemos? O que fizeram os vários governos para que o país fosse autossuficiente na produção de energia elétrica? Discutimos! Discutimos muito em fóruns da especialidade! Mas, nada concretizámos.

Centrais de biomassa, central nuclear, produção de energia elétrica através de energia solar e areia, construção de mais barragens foram tópicos de discussão, mas que não chegaram a lado nenhum.
Hoje, com um quadro de guerra em solo europeu a ditar as regras da energia (fóssil e de gás natural), sentimo-nos reféns em setores onde poderíamos estar muito à frente. Ao invés continuamos a importar não apenas petróleo e gás natural, que pesam, e de que maneira, na fatura, mas também energia elétrica. Energia elétrica produzida em Espanha a partir do nuclear, mas que os portugueses tanto medo têm.
Sem que se vislumbre um plano energético para o país, ainda ontem li que em Góis o ISEG liderou uma sessão sobre centrais municipais de biomassa, a fatura vai ficando cada vez mais pesada, quer para a indústria, quer para o particular.

Então, porque não apostar no nuclear, reforçando nas renováveis? Não sou especialista no tema, mas, do que li, a aposta num mix de renováveis + nuclear + biomassa (que, por exemplo, limparia matas e eventualmente iria contribuir para o decréscimo dos incêndios) parece ser a solução.

Afinal, são países que baixaram as suas faturas energéticas e emissões de carbono. Tudo graças a um mix de nuclear mais renováveis.

A situação começa a ser grave, e com o inverno à porta tende a ficar pior. Para quando políticos que pensam estrategicamente, com visão de futuro e que, sem inventar nada – basta copiar o melhor dos outros –, trilham um futuro para que Portugal possa ser país modelo?

Os textos nesta secção refletem a opinião pessoal dos autores. Não representam a VISÃO nem espelham o seu posicionamento editorial.

NewsItem [
pubDate=2022-08-05 13:54:24.0
, url=https://visao.sapo.pt/opiniao/2022-08-05-o-tema-energia-e-nuclear/
, host=visao.sapo.pt
, wordCount=582
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_08_05_138160836_visao-o-tema-energia-e-nuclear
, topics=[opinião, energia nuclear, bruno batista]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]