visao.sapo.ptsvicente - 4 ago. 08:30

Visão | O ataque racista a Marega afinal não existiu?

Visão | O ataque racista a Marega afinal não existiu?

Já sabíamos que a Justiça era cega; agora sabemos também que é surda. Em Portugal, pelos vistos, é mais importante o estigma do agressor do que o sofrimento da vítima

Somos ou não um País racista? Há ou não racismo em Portugal? As perguntas são esgrimidas, com redobrado vigor, sempre que um ataque racista consegue saltar do ambiente de anonimato em que costuma ser cometido, todos os dias. Depois já sabemos o que acontece: o debate aquece, radicaliza-se, cavam-se trincheiras, descobrem-se mais uns racistas adormecidos, arriscam-se generalizações desproporcionadas, prometem-se punições exemplares e… passados poucos dias, tudo é esquecido e voltamos ao “normal”. Pior: passados alguns meses ou anos, até os factos são vistos e analisados de forma diferente, após a poeira da indignação ter baixado. É a altura em que se formam narrativas alternativas sobre o sucedido, invariavelmente com o mesmo propósito ou a mesmíssima consequência: desculpabilizar os agressores e relativizar o sofrimento da vítima.

No momento em que o debate regressa – devido aos insultos proferidos contra os filhos de um casal de artistas brasileiro, num restaurante da Costa da Caparica –, faz todo o sentido puxar pela memória e recuar até àquele domingo de 16 de fevereiro de 2020. Nessa noite, quando ninguém ainda imaginava que, poucas semanas depois, viria o confinamento, o País foi agitado pelo gesto do futebolista maliano Moussa Marega. Aos 70 minutos do jogo que o FC Porto disputava no terreno do Vitória de Guimarães, ele decidiu abandonar o relvado em protesto contra os continuados insultos racistas de que estava a ser alvo. Com esse gesto isolado, Marega obrigou um País inteiro a prestar atenção e a escutar, de facto, o som dos insultos – aqueles que ouvíamos, há muito, sem verdadeiramente ouvirmos.

NewsItem [
pubDate=2022-08-04 07:30:00.0
, url=https://visao.sapo.pt/opiniao/editorial/2022-08-04-o-ataque-racista-a-marega-afinal-nao-existiu/
, host=visao.sapo.pt
, wordCount=258
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_08_04_959674879_visao-o-ataque-racista-a-marega-afinal-nao-existiu
, topics=[editorial, opinião, rui tavares guedes]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]