jornaleconomico.ptjornaleconomico.pt - 5 jul. 11:34

Dormidas sobem 25% no turismo da Madeira e atingem máximo

Dormidas sobem 25% no turismo da Madeira e atingem máximo

Em maio foram registadas 899,9 mil dormidas.

O turismo da Madeira registou, em maio, um máximo, atingindo 899,9 mil dormidas e 177,6 mil hóspedes, subidas de 322,1% e de 262,4% face ao período homólogo, e um crescimento de 25,7% e de 32,9%, face ao mesmo período de 2019, de acordo com a Direção Regional de Estatística (DREM).

As dormidas de residentes em Portugal aumentaram 138,6% face ao ano anterior, para as 157,2 mil, e as de  residentes no estrangeiro subiram 404,1%, para as 742,7 mil.

Face a 2019 as dormidas de residentes em Portugal subiram 89,4%, e as de residentes no estrangeiro cresceram 17,4%.

Os mercados estrangeiros contribuíram com 82,5% do total de dormidas. A Alemanha contribuiu com 183,4 mil, Reino Unido (171,1 mil), França (98,6 mil), dizem os dados da DREM.

Em maio “13,1% dos estabelecimentos de alojamento turístico terão estado encerrados ou não registaram movimento de hóspedes”, refere a DREM.

NewsItem [
pubDate=2022-07-05 10:34:41.0
, url=https://jornaleconomico.pt/noticias/dormidas-sobem-25-no-turismo-da-madeira-e-atingem-maximo-912755
, host=jornaleconomico.pt
, wordCount=141
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_07_05_99586705_dormidas-sobem-25-no-turismo-da-madeira-e-atingem-maximo
, topics=[madeira economia, economia, turismo, madeira]
, sections=[economia, vida]
, score=0.000000]