jornaleconomico.ptjornaleconomico.pt - 5 jul. 13:00

"É deprimente ver a diferença de tratamento" entre refugiados ucranianos e sírios, diz responsável da ONU

"É deprimente ver a diferença de tratamento" entre refugiados ucranianos e sírios, diz responsável da ONU

A guerra na Síria já matou mais de 300 mil pessoas em dez anos, segundo um relatório do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas.

O presidente da Comissão Internacional Independente de Inquérito da ONU sobre a Síria, Paulo Pinheiro, lamenta a dualidade de critérios na hora de acolher refugiados, fazendo uma comparação direta com a guerra na Ucrânia face ao conflito no país do Médio Oriente, que já matou mais de 300 mil pessoas em dez anos, segundo um relatório do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas.

“Para mim, envolvido com a crise síria há 11 anos, é muito deprimente ver esta diferença de tratamento. Há abertura e generosidade em relação à Ucrânia, que não critico de forma alguma. Eles merecem. Mas eu gostaria muito que o mesmo tratamento fosse aplicado aos refugiados sírios”, disse à “Euronews”.

Em relação ao documento da ONU, Pinheiro disse que os números refletem a gravidade da situação. “O relatório revela muito claramente a falta de proteção de civis. Nenhuma fação, nenhuma parte do conflito na Síria se preocupa com a proteção da vida de civis. Essa é a realidade.”

Questionado sobre a possibilidade de levar os crimes de guerra cometidos na Síria à justiça internacional, o portuguê reconhece que os tribunais nacionais estão a dar um contributo. Contudo, continua, ainda não vê “nenhuma possibilidade no horizonte para o encaminhamento para o Tribunal Penal Internacional”. A culpa será do veto, que deverá ser repetido no Conselho de Segurança.

“Esse é o problema. O lado positivo é que tantos países europeus estejam a processar e, em alguns casos, a condenar pessoas que cometeram crimes contra a humanidade ou crimes de guerra”. A “Euronews” relembra que, em janeiro, um tribunal alemão condenou a prisão perpétua um ex-coronel sírio por crimes contra a humanidade.

NewsItem [
pubDate=2022-07-05 12:00:43.0
, url=https://jornaleconomico.pt/noticias/e-deprimente-ver-a-diferenca-de-tratamento-entre-refugiados-ucranianos-e-sirios-diz-responsavel-da-onu-912850
, host=jornaleconomico.pt
, wordCount=269
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_07_05_1815839685_-e-deprimente-ver-a-diferenca-de-tratamento-entre-refugiados-ucranianos-e-sirios-diz-responsavel-da-onu
, topics=[mundo, economia, especial invasão russa da ucrânia]
, sections=[economia, actualidade]
, score=0.000000]