www.jn.ptjn.pt - 5 jul. 09:06

Juiz perdoa dreno de 17 centímetros esquecido no peito de doente

Juiz perdoa dreno de 17 centímetros esquecido no peito de doente

Dois médicos e uma enfermeira do Hospital de Vila Real, que foram investigados por suspeita de ofensas à integridade física por negligência, no caso da mulher a quem foi deixado um dreno de 17 centímetros no peito em 2014, não vão a julgamento.

Um dos advogados da família da vítima, Emília Fernandes, disse ao JN que estão a ser consideradas as hipóteses de interpor ainda um recurso para o Tribunal da Relação de Guimarães, ou de intentar uma ação de responsabilidade civil contra o hospital, por danos causados à doente. Contudo, acrescentou, "é preciso avaliar com os advogados dos demais assistentes" (vários familiares têm este estatuto no processo).

"A culpa não pode morrer solteira", protesta Maria dos Anjos Fernandes, uma das filhas da doente nascida na Guarda e falecida em 2021.

NewsItem [
pubDate=2022-07-05 08:06:00.0
, url=https://www.jn.pt/justica/juiz-perdoa-dreno-de-17-centimetros-esquecido-no-peito-de-doente-14993095.html
, host=www.jn.pt
, wordCount=87
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_07_05_1625961472_juiz-perdoa-dreno-de-17-centimetros-esquecido-no-peito-de-doente
, topics=[justiça, neglig�ncia m�dica, justi�a, hospital de vilar real, negligência médica]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]