observador.ptobservador.pt - 24 jun. 10:50

Conferência dos Oceanos deve promover "economia azul sustentável" em África

Conferência dos Oceanos deve promover "economia azul sustentável" em África

A Conferência dos Oceanos das Nações Unidas decorrerá em Lisboa na próxima semana. A World Wide Fund for Nature quer uma "economia azul sustentável" para o continente africano.

A organização ambientalista World Wide Fund for Nature (WWF) defende uma “economia azul sustentável” para o continente africano, antecipando a Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, que decorrerá em Lisboa na próxima semana.

A WWF gostaria que o fórum produzisse “compromissos de alto nível das instituições financeiras, de forma a assegurar o desbloqueio de fundos em apoio de uma economia azul sustentável em África”.

A associação apela também a compromissos “dos decisores que se traduzam em ações concretas” concordantes com os objetivos de desenvolvimento sustentável propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Entre os problemas marítimos enfrentados por África, a coordenadora da WWF Madagáscar para o Programa Economia Azul Sustentável, Dresy Lovasoa, destaca a sobrepesca, incluindo de várias espécies de atum, e a pesca ilegal e não regulada, que todos os anos origina “perdas estimadas nos 400 milhões de dólares” (cerca de 380 milhões de euros) só na região da África Oriental.

Em declarações à Lusa, Lovasoa afirmou que às consequências das alterações climáticas se somam problemas na gestão de recursos comuns, “tais como as espécies migratórias” de pescado.

Nesse sentido, defendeu a “participação efetiva das comunidades costeiras no processo de decisão relativo à gestão dos recursos marinhos”, dotadas de meios para serem eficazes enquanto “guardiãs das orlas costeiras” e retirarem benefícios destes processos.

A Conferência dos Oceanos de 2022 é coorganizada por Portugal e pelo Quénia e decorrerá de 27 de junho a 1 de julho, na capital portuguesa.

A ONU descreve o evento como um apelo à ação, exortando “os líderes mundiais e todos os decisores a aumentarem a ambição, a mobilizarem parcerias e aumentarem o investimento em abordagens científicas e inovadoras, bem como a empregar soluções baseadas na natureza para reverter o declínio na saúde dos oceanos”.

NewsItem [
pubDate=2022-06-24 09:50:20.0
, url=https://observador.pt/2022/06/24/conferencia-dos-oceanos-deve-promover-economia-azul-sustentavel-em-africa/
, host=observador.pt
, wordCount=286
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_06_24_877627090_conferencia-dos-oceanos-deve-promover-economia-azul-sustentavel-em-africa
, topics=[nações unidas, oceanos, ambiente, ong, áfrica]
, sections=[]
, score=0.000000]