observador.ptobservador.pt - 24 jun. 13:31

"Da Weasel — Agora e Para Sempre": o início, os concertos, as influências e o nome. Um documentário escrito a tinta nascida em Almada

"Da Weasel — Agora e Para Sempre": o início, os concertos, as influências e o nome. Um documentário escrito a tinta nascida em Almada

Ante-estreia do documentário dos Da Weasel foi marcada pela hipótese da banda voltar a pisar os palcos em Almada. Uma viagem animada que vai do bar Johny Guitar ao Coliseu dos Recreios.

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A conversa com os Da Weasel na Academia Almadense já caminhava para a reta final. Quinta-feira, 22h40 da noite, sente-se o carinho de quem já não vê um amigo há muito tempo. Fernando Alvim, moderador da palestra que antecedeu a antestreia do documentário “Da Weasel — Agora e Para Sempre”, pergunta a uma casa cheia de fãs  se alguém quer fazer uma pergunta. Um homem emocionado, almadense de gema, levanta-se e grita bem alto: “Carlão, tu és património de Almada, esta terra está escrita a tinta negra na nossa pele”. Pediu que, depois do dia 9 de julho, data de regresso da mítica banda aos palcos no festival NOS Alive (dia 9 de julho), o primeiro concerto fosse naquela margem do rio Tejo.

Carlão agradece, feliz, mas não se descose. Chuta que “é uma boa ideia”. Quem sabe, fazer como os Ornatos Violeta, que regressaram e fizeram digressões. As doninhas? Pouco mais para já. Nem Carlão, nem Jay, DJ Glue, Guilherme Silva, Virgul ou Quaresma abriram a caixa de Pandora. Está tudo mais concentrado em dar, daqui a duas semanas, “um concerto do caraças”. “Não pensamos no futuro, a responsabilidade é muito grande. Mas nunca estivemos tão bons”, assegurou DJ Glue.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.

NewsItem [
pubDate=2022-06-24 12:31:58.0
, url=https://observador.pt/2022/06/24/da-weasel-agora-e-para-sempre-o-inicio-os-concertos-as-influencias-e-o-nome-um-documentario-escrito-a-tinta-nascida-em-almada/
, host=observador.pt
, wordCount=254
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_06_24_496454033_-da-weasel-agora-e-para-sempre-o-inicio-os-concertos-as-influencias-e-o-nome-um-documentario-escrito-a-tinta-nascida-em-almada
, topics=[música]
, sections=[vida]
, score=0.000000]