www.dn.ptdn.pt - 24 jun. 13:02

Entre o choque e a admiração. Nadadora Anita Alvarez comenta imagens do resgate da piscina

Entre o choque e a admiração. Nadadora Anita Alvarez comenta imagens do resgate da piscina

Nadadora foi salva pela treinadora. Depois deste incidente, a Federação Internacional de Natação anunciou que irá rever os regulamentos atuais, que impedem a intervenção de salva-vidas sem um sinal do árbitro.

A nadadora Anita Alvarez considerou esta sexta-feira "lindas" as fotografias que a mostram a ser resgatada do fundo da piscina pela sua treinadora depois de ter ficado inconsciente, admitindo que num primeiro impacto ficou "chocada" com as imagens.

"Inicialmente fiquei chocada, não esperava que algo assim fosse publicado", disse, ao jornal El Pais, a nadadora norte-americana, que na quarta-feira, nos Mundiais de Budapeste, desmaiou no final do seu exercício a solo de natação artística e foi resgatada do fundo da piscina pela sua treinadora Andrea Fuentes.

Anita Alvarez, de 25 anos, referiu que depois do primeiro impacto, viu as fotografias pela agência France-Presse de outra forma: "Olhei pelo lado bom, agora acho que as fotos, de certo modo, são bonitas. Ver-me debaixo de água, tão tranquila e calma, e ver a Andrea mergulhando com o braço estendido a tentar alcançar-me, como um super-herói."

"Às vezes, o lugar mais tranquilo do mundo é debaixo de água: quando nos sentamos no fundo da piscina em silêncio, sentimo-nos leves e centrados em nós próprios. Gosto disso, às vezes preciso desses momentos, e nas fotos, tudo parece muito natural", disse.

A treinadora foi a primeira a chegar à inanimada nadadora, para a perplexidade inicial dos salva-vidas, que finalmente ajudaram a treinadora espanhola a tirar Anita Álvarez da água. A rápida intervenção de Fuentes impediu que o incidente fosse algo mais do que um susto.

O papel de Andrea Fuentes, que lidera a equipa de natação artística norte-americana desde 2018, não terminou na água, já que a espanhola contribuiu ativamente para que a sua aluna recuperasse a consciência assim que saiu da piscina.

Depois deste incidente, a Federação Internacional de Natação (FINA) anunciou, na quinta-feira, que irá rever os regulamentos atuais que impedem a intervenção de salva-vidas sem um sinal do árbitro.

De acordo com o regulamento do organismo, os salva-vidas só podem saltar para a piscina depois de receber um sinal do corpo de árbitros, para evitar interrupções dos programas de competição em caso de possível mal-entendido.

NewsItem [
pubDate=2022-06-24 12:02:00.0
, url=https://www.dn.pt/desporto/entre-o-choque-e-a-admiracao-nadadora-anita-alvarez-comenta-imagens-do-resgate-14965253.html
, host=www.dn.pt
, wordCount=326
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_06_24_24354849_entre-o-choque-e-a-admiracao-nadadora-anita-alvarez-comenta-imagens-do-resgate
, topics=[mundiais de natação, natação, desporto]
, sections=[desporto]
, score=0.000000]