Governador regional diz que tropas ucranianas que defendem a cidade no Leste da Ucrânia “terão de ser retiradas” e que “o número de mortos está a aumentar”.