www.dn.ptdn.pt - 24 jun. 08:00

D. Maria II vai andar numa Odisseia por Portugal

D. Maria II vai andar numa Odisseia por Portugal

Nova temporada inicia-se a 22 de setembro. Obras em 2023 "retiram" programação de Lisboa e levam espetáculos a 90 municípios.

O Teatro Nacional D. Maria II vai espalhar-se numa odisseia por todo o país. Como o próprio nome indica, Odisseia Nacional, invoca o poema grego e vai espalhar toda a sua atividade artística por mais de 90 municípios. Depois da apresentação de oito novos espetáculos até dezembro de 2022, o teatro situado na Praça Dom Pedro IV, em Lisboa, vai fechar as portas para obras de restauro, manutenção e renovação durante todo o ano de 2023.

Segue-se depois o périplo pelo país. O objetivo da iniciativa é o de mostrar e disseminar a atividade do teatro e relacioná-la com o território português e as suas regiões. "Vamos dar mais atenção a zonas de pouca densidade populacional onde o domínio da cultura é mais escasso com o objetivo da correção destas assimetrias e para alcançarmos a coesão territorial. Pensar no território português através da arte teatral", explicou Pedro Penim, diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II, na apresentação da nova temporada. "Sempre fomos nacional mas acho que 2023 vamos estar ainda mais próximos das populações e fazer vingar esta missão pública", acrescentou.

Cada município que receberá estas visitas vai ter um programa adaptado à sua realidade, capacidade e tamanho, sendo o programa diversificado de local para local, mas podendo existir repetições de peças pelas regiões. A Odisseia Nacional vai começar em janeiro na região Norte, onde ficará até abril. De seguida, até junho, manter-se-á no centro do país e em julho nos Açores. Em setembro, vai até à Madeira e nos últimos três meses do ano vai passar por zonas do Alentejo. Do programa fazem parte ações pedagógicas relacionadas com os espetáculos que serão apresentados ou a aproximação do teatro às pessoas por intermédio de workshops.

Onze municípios vão receber uma exposição dedicada aos últimos 100 anos do teatro português, dividindo 50 anos de teatro vividos na ditadura e os quase 50 de vividos em democracia. "Seguimos os passos de Amélia Rey Colaço que é responsável por levar a muitos sítios o teatro. Há municípios por onde passámos que têm a placa a dizer Amélia passou por aqui." O programa completo da Odisseia vai ser anunciado no dia 18 de novembro. Na apresentação da nova temporada do Teatro D. Maria II, o ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, lança o desafio para fazer a odisseia nacional perdurar, mesmo depois da obra. "Este projeto é também importante para a democratização daqueles que podem consumir cultura e consumir todo o tipo de cultura que está reservada nas áreas metropolitanas", afirmou o ministro durante a cerimónia de lançamento da nova época.

A antecipar o futuro

De setembro até dezembro de 2022, a nova temporada com o mote Antecipar o Futuro, inicia-se a 22 de setembro e apresenta oito espetáculos: quatro produzidos ou coproduzidos pelo D. Maria II e quatro internacionais. Est��o incluídas várias atividades desde a apresentação de prémios até a visitas e digressões. O programa conta com produções selecionadas pelo diretor artístico Pedro Penim e ainda algumas do antigo responsável Tiago Rodrigues.

Começa com a Casa Portuguesa, a primeira criação de Pedro Penim enquanto diretor artístico do D. Maria II e conta com três elementos principais: a canção Uma Casa Portuguesa de Amália Rodrigues, o diário do pai de Penim e o livro Filosofia da Casa. A temporada de 2021 a 2022 que ainda está a decorrer foi marcada pela pandemia depois de vários adiamentos e cancelamentos e de acordo com a informação avançada contou com mais de 85 mil espetadores.

mariana.goncalves@dn.pt

NewsItem [
pubDate=2022-06-24 07:00:00.0
, url=https://www.dn.pt/cultura/d-maria-ii-vai-andar-numa-odisseia-por-portugal--14964526.html
, host=www.dn.pt
, wordCount=578
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_06_24_1081517147_d-maria-ii-vai-andar-numa-odisseia-por-portugal
, topics=[cultura, teatro nacional d. maria ii]
, sections=[vida]
, score=0.000000]