jornaleconomico.ptAna Pina - 24 jun. 00:10

Alguém se opõe a que se reforme e invista no SNS em Portugal?

Alguém se opõe a que se reforme e invista no SNS em Portugal?

O que está a ocorrer é uma catástrofe, e o bem comum impõe que se reforme e se invista no SNS. Existindo, estou certo (digo-o sem qualquer ironia), um consenso nacional sobre esta necessidade, o que o impede, afinal?

Tenho acompanhado as notícias sobre as dificuldades sentidas pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) com tristeza, irritação e estupefação. Tristeza porque a inércia e a ausência de reformas que caracterizou os últimos anos era por demais evidente. Em virtude disso, era uma questão de tempo até que ocorresse uma tempestade perfeita que aliasse os problemas crónicos de gestão, a falta de recursos humanos e as recorrentes limitações financeiras. Irritação porque sou um acérrimo defensor do SNS.

Custa-me ver uma das maiores construções da nossa democracia sofrer danos reputacionais e operacionais que apenas beneficiam interesses particulares. E estupefação perante a ligeireza com que os problemas estruturais que afetam o SNS são tratados superficialmente no espaço público e na arena política.

NewsItem [
pubDate=2022-06-23 23:10:46.0
, url=https://jornaleconomico.pt/noticias/alguem-se-opoe-a-que-se-reforme-e-invista-no-sns-em-portugal-908516
, host=jornaleconomico.pt
, wordCount=118
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_06_23_2025949495_alguem-se-opoe-a-que-se-reforme-e-invista-no-sns-em-portugal
, topics=[opinião, pressão financeira, governo, apólices, seguros de saúde, subsistemas de saúde, consumo, reforma do sns, políticas, economia, sns, cuidados de saúde, colunistas]
, sections=[opiniao, economia]
, score=0.000000]