rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 23 jun. 11:58

PGR vai pedir extradição de jihadista português preso no Iraque

PGR vai pedir extradição de jihadista português preso no Iraque

Nero Saraiva cumpre prisão no Iraque desde 2020. É suspeito de ter pertencido ao núcleo duro do autodenominado Estado Islâmico.

A Procuradoria-Geral da República vai pedir a extradição de Nero Saraiva, o jihadista português que está preso no Iraque há dois anos e que é suspeito de pertencer ao núcleo duro do autodesignado Estado Islâmico.

A notícia avançada pela revista Sábado foi agora confirmada à pelo gabinete de Lucília Gago.

O pedido de extradição será apresentado, por via diplomática, uma vez instruído e traduzido.

O ex-combatente do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh), Nero Saraiva, foi preso em 2019 pelas forças curdas na Síria e foi transferido no início do ano seguinte para uma prisão no Iraque.

No nosso país, Nero Saraiva foi acusado de vários crimes de terrorismo, em conjunto com a chamada ‘célula de Leyton’, formada por oito jiadistas portugueses. O seu processo acabou, no entanto, por ser separado no início do julgamento, em setembro de 2020, porque se encontrava preso no Iraque.

Do grupo, apenas Rómulo Costa e Cassimo Turé, foram condenados, a nove e a oito anos e seis meses de prisão, respetivamente, por crimes de apoio a organizações terroristas.

NewsItem [
pubDate=2022-06-23 10:58:33.0
, url=https://rr.sapo.pt/noticia/pais/2022/06/23/pgr-vai-pedir-extradicao-de-jihadista-portugues-preso-no-iraque/289404/
, host=rr.sapo.pt
, wordCount=168
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_06_23_1595828043_pgr-vai-pedir-extradicao-de-jihadista-portugues-preso-no-iraque
, topics=[informação, país]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]