observador.ptobservador.pt - 15 mai. 12:43

Mapa da guerra. O que se sabe sobre o 81.º dia do conflito

Mapa da guerra. O que se sabe sobre o 81.º dia do conflito

O dia fica marcado pela vitória ucraniana na Eurovisão, pelo anúncio da Finlândia de que se vai candidatar à NATO e pelas notícias de que a Rússia está a perder capacidades militares em Donbass.

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A guerra na Ucrânia está este domingo no 81.º dia desde que a Rússia invadiu o país, em 24 de fevereiro. O dia fica marcado pela vitória ucraniana na Eurovisão (que está a ser interpretada como um sinal de apoio ao país em toda a Europa), pelo anúncio oficial da Finlândia de que se vai candidatar à NATO e pelas notícias de que a Rússia está a perder capacidades militares na região de Donbass.

Aqui fica um ponto de situação sobre o que está a acontecer na guerra. Pode acompanhar os desenvolvimentos do conflito militar também no nosso liveblog e com as reportagens dos nossos enviados especiais à Ucrânia, Pedro Jorge Castro e João Porfírio.

O que aconteceu durante a noite e a manhã?
  • A Finlândia anunciou formalmente que se vai candidatar à adesão à NATO. O anúncio foi feito numa conferência de imprensa em Helsínquia pelo Presidente, Sauli Niinistö, e pela primeira-ministra, Sanna Marin, que classificaram a decisão como “histórica”, mas reconheceram que vai mudar as relações com a Rússia de Putin. A Finlândia rompe, assim, com a neutralidade que manteve durante décadas.
  • A Suécia também deverá candidatar-se à NATO em breve. O partido social democrata sueco, atualmente no governo, já decidiu a posição oficial sobre o assunto e irá pronunciar-se favoravelmente à adesão da Suécia à NATO — o que abre o caminho para que o país nórdico também venha romper com a sua neutralidade.
  • A Ucrânia venceu o festival da Eurovisão. O país ganhou o concurso com a canção “Stefania”, dos Kalush Orchestra, que receberam uma autorização especial de Kiev para sair do país e atuar em Turim. “Stefania” não ganhou a votação do júri, mas recebeu um apoio esmagador na votação do público, que foi suficiente para inverter a pontuação e ganhar o concurso. Zelensky já reagiu, prometendo organizar o festival em solo ucraniano no próximo ano e sublinhando que a vitória na Eurovisão mostra o apoio popular europeu à Ucrânia.
  • A Rússia está a perder força em Donbass e já terá ficado sem um terço das tropas que mobilizou em fevereiro. A informação foi avançada pelo Ministério da Defesa do Reino Unido. “Apesar de alguns pequenos avanços iniciais, a Rússia não conseguiu obter ganhos territoriais substanciais no último mês”, diz Londres.
  • Um míssil russo atingiu uma infraestrutura militar em Lviv. Aquela tem sido a região menos atingida pela guerra e onde se refugiaram muitos dos que precisaram de fugir da região oriental do país, massacrada pela invasão russa. Não há, para já, registo de mortos ou feridos.
  • A Ucrânia acusa a Rússia de já ter cometido mais de 300 crimes contra património cultural. As regiões mais afetadas são Kharkiv, Donetsk e Kiev.
  • As autoridades de Moscovo estão a preparar a realização de um referendo em Mariupol sobre se a cidade do sul da Ucrânia deve ser integrada na Rússia. A informação foi veiculada por responsáveis ucranianos depois de ter sido anunciado um outro referendo com o mesmo objetivo na Ossétia do Sul, região que se separou da Geórgia em 2008 com o apoio de forças russas.
NewsItem [
pubDate=2022-05-15 11:43:48.0
, url=https://observador.pt/2022/05/15/mapa-da-guerra-o-que-se-sabe-sobre-o-81-o-dia-do-conflito/
, host=observador.pt
, wordCount=524
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_05_15_1816668845_mapa-da-guerra-o-que-se-sabe-sobre-o-81-dia-do-conflito
, topics=[guerra na ucrânia]
, sections=[]
, score=0.000000]