pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 15 mai. 12:00

Elon Musk volta a atacar no Twitter e agora focou-se nos direitos de autor

Elon Musk volta a atacar no Twitter e agora focou-se nos direitos de autor

Elon Musk mostrou-se contra as regras de direitos de autor no Twitter e foi mais longe e classificou a DMCA como uma praga na Humanidade.

As últimas semanas têm colocado Elon Musk no centro de quase todas as notícias. A compra do Twitter é foco maior, mas o homem forte da Tesla não tem perdido tempo e tem chamado a si outros temas, onde dás as suas opiniões polémicas.

A mais recente surgiu no final da semana, onde se focou nos direitos de autor e no que este significa. Mostrou-se contra as regras atuais e foi mais longe e classificou-as como uma praga na Humanidade.

Elon Musk focou-se em atacar a DMCA

Voltou a ser no Twitter que Elon Musk escolheu o novo alvo para transmitir as suas opiniões fortes e que conseguem abalar a Internet e os seus utilizadores. Em duas simples publicações apontou o dedo aos direitos de autor e à DMCA (Digital Millennium Copyright Act).

Em concreto respondeu a uma notícia do Slashdot, que revelava uma nova proposta de alteração a esta lei. O senador republicano do Missouri, Josh Hawley, apresentou um projeto que visa encurtar o prazo dos direitos autorais para um máximo de 56 anos, sem privilégios especiais para certas empresas.

Current copyright law in general goes absurdly far beyond protecting the original creator

— Elon Musk (@elonmusk) May 12, 2022
Muita proteção nos direitos de autor

Elon Musk criticou como esta lei protege empresas como a Disney e permite a esta manter o monopólio de utilização dos seus personagens icónicos. Em situações normais, estas já teriam sido transferidas para o domínio público há vários anos.

Segundo Elon Musk, a referida regulamentação tornou-se "uma praga para a Humanidade". Sobre a regulamentação dos direitos de autor, no geral, afirma que acabou por ficar "excessivamente zelosa" na defesa dos criadores de obras culturais, algo que leva "absurdamente longe".

Overzealous DMCA is a plague on humanity

— Elon Musk (@elonmusk) May 12, 2022
Twitter tem a ganhar com mudanças nesta lei

Embora esta lei seja difícil de ser aprovada, por violar a Convenção de Berna e não ter o apoio da maioria do Senado, Elon Musk aproveitou e criou a polémica. Nas suas palavras, esta regulamentação permite os direitos de autor serem mantidos por 120 anos, indo muito além da sua função de defender os criadores de obras.

Esta nova posição de Musk é curiosa e pode ter um propósito bem definido. Os avisos da DMCA fizeram com que o Twitter removesse milhões de publicações da sua plataforma nos últimos anos. Ao reverter este cenário, a próxima compra de Elon Musk, caso se concretize, acabaria por ficar a ganhar muito.

Elon Musk volta a criticar a Apple e a App Store pelos valores elevados que são cobrados

NewsItem [
pubDate=2022-05-15 11:00:27.0
, url=https://pplware.sapo.pt/internet/elon-musk-volta-a-atacar-no-twitter-e-desta-vez-focou-se-nos-direitos-de-autor/
, host=pplware.sapo.pt
, wordCount=425
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_05_15_1755488523_elon-musk-volta-a-atacar-no-twitter-e-agora-focou-se-nos-direitos-de-autor
, topics=[tecnologia, twitter, elon musk, dmca, direitos, internet, autor]
, sections=[ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]