www.jn.ptjn.pt - 15 mai. 09:06

Judiciária na pista dos milhões de Rendeiro escondidos em offshores

Judiciária na pista dos milhões de Rendeiro escondidos em offshores

Morte de fundador do BPP não trava investigação sobre branqueamento, falsificação, descaminho e desobediência, visando a mulher e ex-motorista.

A morte de João Rendeiro na cadeia de Westville, na África do Sul, não vai travar a investigação da Polícia Judiciária (PJ) que visa recuperar todo o património que o ex-banqueiro tentou esconder ou desviar da Justiça. São os imóveis que passaram para a esfera da família do ex-motorista do casal Rendeiro, contas em bancos portugueses, mas essencialmente ativos financeiros espalhados por offshores. A investigação já detetou diversas contas em paraísos fiscais, tituladas pelo ex-patrão do BPP.

A investigação, chamada "D"arte asas", aberta em meados de outubro pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), já está numa fase muito adiantada. O inquérito começou depois de ter sido tornado público o alegado esquema de branqueamento e descaminho de obras de arte, envolvendo Maria de Jesus e João Rendeiro, o ex-motorista Florêncio de Almeida e o seu pai, mas rapidamente tentou ir atrás dos milhões que o ex-banqueiro poderia ter escondido no estrangeiro.

NewsItem [
pubDate=2022-05-15 08:06:00.0
, url=https://www.jn.pt/justica/judiciaria-na-pista-dos-milhoes-de-rendeiro-escondidos-em-offshores--14856982.html
, host=www.jn.pt
, wordCount=152
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_05_15_1681343071_judiciaria-na-pista-dos-milhoes-de-rendeiro-escondidos-em-offshores
, topics=[justiça, joão rendeiro, áfrica do sul, jo�o rendeiro, justi�a, �frica do sul]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]