www.jn.ptjn.pt - 14 mai. 20:16

Novo centro cultural de Lisboa dedicado a artistas lusófonos

Novo centro cultural de Lisboa dedicado a artistas lusófonos

Abre ao público na próxima quarta-feira, dia 18, o Talante, um novo centro cultural em Lisboa direcionado para artistas de língua portuguesa. Uma exposição inédita de Ferreira Gullar vai abrir o espaço.

Intitula-se Espaço Talante e pretende ser uma casa de cultura da língua portuguesa. A abertura das portas acontece já no próximo dia 18 de maio, quarta-feira, com o objetivo de reunir diferentes manifestações artísticas oriundas de Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné Bissau, Guiné Equatorial e Moçambique.

Inserido na livraria Ler Devagar, na LX Factory, o espaço vai ser inaugurada com a exposição "Objeto de poeta e livro de artistas", de Ferreira Gullar. A curadoria do centro cultural é de Antonio Grassi e Ciça Castello.

"A Ler Devagar é o principal ponto cultural da LX Factory. A ideia é que lá seja bem mais do que um local que vende livros. Vai passar a ser um ponto de encontro, um lugar onde é possível pensar em várias coisas, além do livro. Ao associarmo-nos à Ler Devagar, queremos construir um lugar que tenhamos uma programação que trate de outras linguagens, tendo como foco maior a língua portuguesa", explica o ator Antonio Grassi, que foi diretor-presidente do Instituto Inhotim, um dos espaços mais cultuados do Brasil, até o início de 2022, quando se mudou para Lisboa.

A ligação de Grassi com a LX Factory é anterior. Em 2012, ele foi o comissário brasileiro do Ano do Brasil em Portugal. A celebração deixou como legado uma área de eventos decorada com uma obra do artista plástico pernambucano Derlon.

"É muito bom voltar à LX Factory, dez anos depois, e ver a área onde organizamos o Espaço Brasil preservada, da forma como construímos. Recebemos como uma manifestação de apreço e carinho dos portugueses pelo que realizamos ali", afirma Grassi, que é conhecido do grande público pelos mais de 30 trabalhos como ator na TV, entre eles, as telenovelas "Chocolate com Pimenta" e "Força de um Desejo".

A programação do Espaço Talante será variada e a intenção dos seus curadores é preencher o dia todo com eventos de diferentes formatos. Entre as iniciativas previstas há ciclos de conversas, leituras de livros, concertos, peças teatrais, noites de fado ou saraus de poesia.

A escolha da exposição de abertura leva em conta a importância universal de Ferreira Gullar e o caráter inédito em Portugal.

"Além da grande história como autor literário, Ferreira Gullar teve uma produção como artista plástico que nem sempre é conhecida. E estando num lugar com natureza literária, como a Ler Devagar, faz muito sentido aproveitar a oportunidade de mostrar em Portugal, pela primeira vez, o outro lado de um grande artista", acrescenta Antonio Grassi.

Com o nome "Objeto de poeta e livro de artistas", a mostra busca diversas vertentes do autor maranhense, falecido em 2016. A exposição vai poder ser vista até 18 de junho.

NewsItem [
pubDate=2022-05-14 19:16:00.0
, url=https://www.jn.pt/artes/novo-centro-cultural-de-lisboa-dedicado-a-artistas-lusofonos-14856975.html
, host=www.jn.pt
, wordCount=438
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_05_14_1311578865_novo-centro-cultural-de-lisboa-dedicado-a-artistas-lusofonos
, topics=[artes]
, sections=[vida]
, score=0.000000]