eco.sapo.pteco.sapo.pt - 15 jan. 11:41

IRS anula aumentos automáticos da pensão a perto de 23 mil reformados

IRS anula aumentos automáticos da pensão a perto de 23 mil reformados

Nas pensões próximas dos valores limites dos escalões do IRS, a atualização até 1% à boleia da inflação aumentou os descontos a milhares de pensionistas, que receberem um valor inferior em janeiro.

Cerca de 1% do universo de 2,3 milhões de reformados e de 2,8 milhões de pensões, que correspondem àquelas que estão nos limites dos escalões do IRS, terão recebido em janeiro uma reforma de valor inferior à que recebiam no ano passado, apesar dos aumentos automáticos até 1% à boleia da inflação.

A situação é relatada pelo JN (acesso pago) na edição de sábado. Fonte oficial do Ministério do Trabalho e da Segurança Social (MTSS) explica que “as tabelas de retenção foram atualizadas para refletir os aumentos, mas podem existir situações em que as pensões estão nos valores limites dos escalões do IRS, o que, com o aumento, pode levar à alteração do escalão da taxa de retenção e dar origem a um maior aumento do valor do imposto retido”.

O ano de 2022 poderia ser o sexto consecutivo em que as pensões mais baixas beneficiariam de um aumento extraordinário, mas o chumbo da proposta de Orçamento do Estado levou o Governo a deixar cair essa medida. Com base na evolução da economia nacional e do Índice de Preços no Consumidor (IPC), as pensões até 886 euros foram atualizadas em 1%, entre 886 euros e 2.569 euros subiram 0,49% e acima de 2.569 euros cresceram 0,24%.

NewsItem [
pubDate=2022-01-15 11:41:51.0
, url=https://eco.sapo.pt/2022/01/15/irs-anula-aumentos-automaticos-da-pensao-a-perto-de-23-mil-reformados/
, host=eco.sapo.pt
, wordCount=208
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_01_15_2125278220_irs-anula-aumentos-automaticos-da-pensao-a-perto-de-23-mil-reformados
, topics=[segurança social]
, sections=[]
, score=0.000000]