pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 15 jan. 16:00

Intel Core de 11ª geração são os processadores com mais probabilidade de falhar

Intel Core de 11ª geração são os processadores com mais probabilidade de falhar

Apesar de ter estado ligeiramente adormecida, o que lhe custou algum atraso em comparação com a rival AMD, a Intel continua a ser uma forte líder no mercado, especialmente no segmento dos processadores. E...

Apesar de ter estado ligeiramente adormecida, o que lhe custou algum atraso em comparação com a rival AMD, a Intel continua a ser uma forte líder no mercado, especialmente no segmento dos processadores. E essa liderança foi agora reforçada com o lançamento dos novos chips de 12ª geração Alder Lake.

No entanto, de acordo com um recente estudo, parece que os processadores Intel Core de 11ª geração são os mais propensos a falhar.

Intel Core de 11ª geração são mais propensos a falhas

Um estudo realizado pela Puget Systems recolheu dados ao longo dos últimos três anos, de 2019 a 2021, e concluiu que os processadores Intel Core de 11ª geração (Rocket Lake-S) são sem dúvida os que têm a maior probabilidade de falhar. Neste âmbito são analisadas as falhas do equipamento seja ao nível do hardware, do desempenho, da temperatura, entre outros.

Para a pesquisa foram considerados os seguintes chips de processamento:

  • AMD
    • Ryzen 5000
    • Threadripper 3000
    • Threadripper Pro 3000
  • Intel
    • Core de 10ª geração
    • Core de 11ª geração
    • Core X 10000
    • Xeon W 2200
    • Xeon Scalable de 2ª geração

Segundo os pormenores do estudo, os Intel Core de 11ª geração alcançaram uma taxa de falha de 5,28%. Em segundo lugar encontram-se os processadores AMD Threadripper Pro com uma taxa de 2,48%, seguidos dos AMD Ryzen 5000, que conseguiram uma taxa de falha de 2,02%.

Por sua vez, os Intel Xeon W-2200, Intel Core  de 10ª geração e Intel Xeon Scalable de 2ª geração foram os que apresentaram as taxas de erro mais baixas, com 0%, 0,19% e 0,33% respetivamente.

Placas Gráficas

Já no que respeita às placas gráficas, a série Nvidia Quadro RTX foi a que obteve a maior taxa de falha com 6,78%. De seguida surge a RTX 30 personalizada pela ASUS, EVGA, Gigabyte, MSI e PNY com uma taxa de 1,63% e a gama profissional Nvidia RTX A com 0,84%. E com uma menor taxa de falha surge a gama Founders Edition da RTX 30, com 0,41%.

HDD/SSD

Se nos focarmos nos discos, o modelo HDD WD Ultrastar foi o que obteve a taxa de falhas mais alta com 0,73%, seguido do SSD Seagate Firecuda 520 M.2 (0,65%) e do HDD WD Red (0,52%).

Com uma menor taxa de falhas temos os modelos SSD da Samsung, nomeadamente o 870 EVO/QVO (0%), o 980 Pro M.2 (0,09%) e o 860 Pro (0,10%).

Pode ver a pesquisa na íntegra aqui.

NewsItem [
pubDate=2022-01-15 16:00:54.0
, url=https://pplware.sapo.pt/gadgets/hardware/intel-core-de-11a-geracao-sao-os-processadores-com-mais-probabilidade-de-falhar/
, host=pplware.sapo.pt
, wordCount=384
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_01_15_1634877407_intel-core-de-11-geracao-sao-os-processadores-com-mais-probabilidade-de-falhar
, topics=[tecnologia, processador, ssd, intel core, amd, cpu, hdd, placa gráfica, gpu, intel, nvidia, hardware]
, sections=[ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]