www.publico.ptpublico.pt - 15 jan. 16:41

Russel Henley novo líder em Honolulu

Russel Henley novo líder em Honolulu

Norte-americano lidera Sony Open do PGA Tour com três pancadas sobre chinês Haotong Li

O norte-americano Russel Henley é o novo líder do Sony Open no Havai, o segundo torneio do ano no PGA Tour e o 11.º na temporada de 2021-2022, dotado com 7,5 milhões de dólares de prize-money. No par 70 do Waialae Country Club, em Honolulu, o campeão da edição de 2013 acrescentou à sua volta inaugural de 62 pancadas outra de 63, para somar 125 (-15) e liderar com três de vantagem sobre o chinês Haotong Li, que totaliza 128 (63-65). Matt Kuchar, vencedor em 2019, é terceiro com 129 (64-65). 

Segundo classificado empatado com Jim Furyk no final da primeira volta, Henley finalizou a segunda em grande estilo, com uma série de birdie-birdie-par-birdie-birdie-eagle, ou seja, registou 6 abaixo do par nos últimos 6 buracos. Isto foi entre o 4 e o 9, pois tinha começado do 10. Tinha feito um primeiro eagle no outro par 5 do campo, o do 18, metendo dentro a partir do greenside bunker. Ao todo, fez 5 birdies e 2 eagles, contra 1 bogey (no 1, o seu 10.º buraco do dia). 

“Foi bom ter terminado assim. Não me lembro da última vez que fiz dois eagles numa volta”, disse Henley, de 32 anos, actual 52.º mundial, aqui em busca do seu quarto título no PGA Tour, que seria o primeiro desde o Houston Open em Abril de 2017. Pelo meio, venceu o Honda Classic, na Flórida, em 2014. 

As 125 pancadas no Sony Open são o seu resultado mais baixo de sempre no circuito aos 36 buracos. A sua anterior melhor marca era de 126 rumo à vitória neste torneio em 2013 e também no Wyndham Championship de 2021. É também o mais baixo agregado no PGA Tour desde as 123 de Justin Thomas em 2017, neste mesmo palco. 

O líder da véspera e detentor do título, o norte-americano Kevin Na, fez mais 10 pancadas do que no primeiro dia (61-71) caindo para 16.º, posição que partilha com oito jogadores, todos 132 (-8). Também Jim Furyk (62-72), o conceituado veterano de 51 anos que entrou no torneio com um convite, esteve muito longe do que fez na quinta-feira. 

 O Waialae Country Club foi onde tudo começou para Russel Henley. Foi aqui, em 2013, que jogou o seu primeiro torneio como membro de pleno direito do PGA Tour. E ganhou. Até pareceu fácil. “Não demorei muito para perceber que é muito difícil”, conta Henley. “Tive muitos altos e baixos no meu primeiro ano, no segundo, quero dizer, em todos os anos. Depois deste primeiro torneio, lembro-me de pensar que poderia ser mais fácil do que eu pensava. Mas não era”. 

Neste sábado, Henley terá como parceiro de jogo Haotong Li. O chinês de 26 anos já teve alguns momentos de destaque na sua carreira: duas vitórias no European Tour, no Volvo China Open de 2016 e o no Omega Dubai Desert Classic de 2018; no PGA Championship de 2020, em Harding Park, São Francisco, Califórnia, tornou-se o primeiro do seu país a liderar um dos quatros majors do golfe, mas foi-se abaixo no fim-de-semana acabando nos 17.ºs; em Dezembro de 2019, fez parte do International Team na Presidents Cup, o embate bienal entre as selecções dos EUA e do resto do mundo (excepto europeus). 

No entanto, no início deste ano, encontra-se num modesto 460.º lugar no ranking mundial. Tem agora oportunidade de relançar a carreira. 

Outra sensação no Sony Open é o japonês Keita Nakajima, de 21 anos, actual n.º 1 no ranking mundial amador, a jogar com um convite do title sponsor. Com volta de 67-64 e um total de 131 (-9), ele fez parte do lote de 11 jogadores que partilham o quinto lugar. O seu compatriota Hideki Matsuyama, a maior estrela do golfe asiático da actualidade, vencedor do Masters em 2020, também integra o grupo com scores de 66-65. Michael Thompson é o 4.º, com 130 (63-67). 

O cut, para os 65 primeiros e empatados, fixou-se em em 135 (-5) e deixou pelo caminho 78 dos 143 participantes. Entre os eliminados, o australiano Cameron Smith (138), vencedor no passado domingo do Sentry Tournament of Champions e 10.º mundial; o mexicano Abraham Ancer (137), 20.º no ranking; e o sul-coreano Sungjae Im (138), 24.º.

A prova terá transmissão em directo no Eurosport 2, a partir da meia-noite

Veja mais em www.golftattoo.com

NewsItem [
pubDate=2022-01-15 16:41:57.0
, url=https://www.publico.pt/2022/01/15/desporto/noticia/russel-henley-novo-lider-honolulu-1992020
, host=www.publico.pt
, wordCount=722
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_01_15_1041828511_russel-henley-novo-lider-em-honolulu
, topics=[golfe]
, sections=[desporto]
, score=0.000000]