observador.ptobservador.pt - 14 jan. 18:34

DGS. Só oito concelhos não têm risco extremamente elevado. 95 estão acima da incidência a nível nacional

DGS. Só oito concelhos não têm risco extremamente elevado. 95 estão acima da incidência a nível nacional

Quase metade dos concelhos têm uma incidência superior a 3.000 casos por 100 mil habitantes, incluindo nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto. Só 8 concelhos não têm risco extremamente elevado.

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

No dia 12 de janeiro, data em que foram compilados os dados dos concelhos, a incidência a nível nacional era de 3.615,9 novos casos por 100 mil habitantesesta sexta-feira subiu para 3.813,6 casos por 100 mil habitantes. Àquela data havia 95 concelhos com uma incidência superior a 3.600 casos por 100 mil habitantes.

Nenhum dos 308 concelhos de Portugal continental e insular tinha menos de 240 novos casos por 100 mil habitantes em 14 dias, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde divulgado esta sexta-feira — o que acaba por pintar o país (quase todo) de vermelho (pode consultar a incidência cumulativa passando o cursor sobre o concelho que lhe interessa).

Entre os concelhos com menor incidência — três com incidência elevada (até 480 novos casos por 100 mil habitantes) e cinco com incidência muito elevada (até 960 casos por 100 mil habitantes) — estão quatro concelhos dos Açores e quatro concelhos de baixa densidade populacional do continente.

8 concelhos de risco elevado e muito elevado Incidência a 12.Jan Incidência a 05.Jan Incidência a 30.Dez Incidência a 23.Dez Velas 276 118 118 20 Santa Cruz da Graciosa 383 407 550 479 Calheta, Azores 443 380 158 95 Corvo 638 638 529 192 Gavião 848 1068 911 346 Avis 906 2170 1693 286 Góis 928 875 1164 392 Alvito 932 810 527 243

Dentro dos concelhos na categoria de incidência extremamente elevada, grande parte dos concelhos dos Açores ocupam os lugares com menor incidência (quase todos abaixo dos 2.000 casos por 100 mil habitantes), enquanto os concelhos da Madeira estão concentrados no extremo das maiores incidências, a maioria deles com mais de 5.000 novos casos por 100 mil habitantes.

20 concelhos com maior incidência Incidência a 12.Jan Incidência a 5.Jan Incidência a 30.Dez Incidência a 23.Dez Câmara de Lobos 8520 4429 484 198 Funchal 7758 3887 1802 1026 Vizela 6557 2766 933 297 Porto Moniz 6445 3201 1676 737 Santa Cruz 6401 3512 1580 857 Cabeceiras de Basto 6196 2879 895 541 Machico 6185 3563 520 118 Ribeira Brava 5819 3221 1311 728 Póvoa de Lanhoso 5675 3124 1187 339 Calheta, Madeira 5566 2585 729 295 Vale de Cambra 5442 3032 1118 684 Lisboa 5406 4300 2510 1062 Ponta do Sol 5378 2981 1403 549 Braga 5349 3737 1903 820 Sintra 5239 3956 748 296 Fafe 5207 2876 1196 725 Amares 5163 3024 1277 697 Vila Verde 5076 3429 503 345 Guimarães 5017 2907 1079 1151 Barcelos 5005 3207 1383 544 Avis é o concelho que mais desceu na incidência e Câmara de Lobos o que mais subiu

Dos 308 concelhos, apenas 10 desceram a incidência cumulativa a 14 dias em relação à semana passada — e dois mantiveram a mesma incidência. A diferença em relação à semana anterior a essa é ainda mais significativa como mostra o mapa (e pode ver aqui como estava Portugal num período equivalente no ano passado).

A descida mais significativa na incidência aconteceu em Avis, que passou de 2.170 casos por 100 mil habitantes para 906 — descendo do nível extremamente elevado para o muito elevado.

Concelhos Incidência a 12.Jan Incidência a 05.Jan Diferença Avis 906 2170 -1264 Campo Maior 2913 3478 -565 Mêda 1814 2272 -458

No extremo oposto, as maiores subidas aconteceram em Câmara de Lobos, que no dia 23 de dezembro tinha 198 casos por 100 mil habitantes e que a 12 de janeiro eram 8.520 (quase o dobro da semana anterior). Outra grande subida verificou-se no Funchal que praticamente duplicou a incidência.

Concelhos Incidência a 12.Jan Incidência a 05.Jan Incidência a 30.Dez Incidência a 23.Dez Vizela 6557 2766 933 297 Funchal 7758 3887 1802 1026 Câmara de Lobos 8520 4429 484 198 Lisboa é o concelho com maior incidência na AML, mas na margem sul houve maiores aumentos

Todos os concelhos da área metropolitana de Lisboa têm uma incidência cumulativa acima dos 3.000 casos por 100 mil habitantes. Lisboa tem a maior incidência (com 5.406 casos por 100 mil habitantes), seguido de Sintra com 5.239 e Amadora com 4.995.

Todos os concelhos subiram a incidência na última semana, registando-se as maiores subidas na Moita, Seixal, Almada e Barreiro — todos com mais de 1.300 casos por 100 mil habitantes adicionais.

Concelhos Incidência a 12.Jan Incidência a 05.Jan Incidência a 30.Dez Alcochete 3617 3334 1976 Almada 4863 3491 2005 Amadora 4995 3896 2001 Barreiro 4667 3335 1788 Cascais 4440 3256 1291 Lisboa 5406 4300 2510 Loures 4777 3611 1778 Mafra 3862 2938 272 Moita 4869 3454 1147 Montijo 3293 2076 473 Odivelas 4704 3517 1776 Oeiras 4660 3866 2218 Palmela 3397 2364 1019 Seixal 4879 3499 510 Sesimbra 4099 2945 1103 Setúbal 3763 2527 997 Sintra 5239 3956 748 Vila Franca de Xira 4989 3693 419 Vale de Cambra e Paredes são os concelhos com maior incidência (e maiores subidas) na área metropolitana do Porto

Todos os concelhos da área metropolitana do Porto têm incidências superiores a 3.500 novos casos por 100 mil habitantes (a 14 dias) e todos subiram em relação à semana anterior.

O concelho com maior incidência é Vale de Cambra com 5.442 casos por 100 mil habitante, seguido de Paredes (4.406) e Porto (4.353). Vale de Cambra e Paredes são também os concelhos que tiveram as maiores subidas na incidência na última semana — mais 2.410 e 2.048 novos casos por 100 mil habitantes, respetivamente.

Concelhos Incidência a 12.Jan Incidência a 05.Jan Incidência a 30.Dez Arouca 3882 1878 941 Espinho 3806 2117 962 Gondomar 3829 2779 1456 Maia 3644 2580 1504 Matosinhos 3732 2615 306 Oliveira de Azeméis 3512 2216 1188 Paredes 4406 2358 496 Porto 4353 3499 2129 Póvoa de Varzim 4149 2467 1035 Santa Maria da Feira 4124 2439 1168 Santo Tirso 3571 2059 891 São João da Madeira 3971 2584 1021 Trofa 3741 2631 393 Vale de Cambra 5442 3032 1118 Valongo 3588 2455 1322 Vila do Conde 3974 2175 1561 Vila Nova de Gaia 4205 2694 637
NewsItem [
pubDate=2022-01-14 18:34:43.0
, url=https://observador.pt/2022/01/14/dgs-so-oito-concelhos-nao-tem-risco-extremamente-elevado-95-estao-acima-da-incidencia-a-nivel-nacional/
, host=observador.pt
, wordCount=993
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_01_14_366827244_dgs-so-oito-concelhos-nao-tem-risco-extremamente-elevado-95-estao-acima-da-incidencia-a-nivel-nacional
, topics=[dgs, coronavírus]
, sections=[]
, score=0.000000]