www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 14 jan. 19:31

TAP defende-se do PSD: ″Os preços são determinados pela lei da oferta e da procura″

TAP defende-se do PSD: ″Os preços são determinados pela lei da oferta e da procura″

Líder do PSD disse, durante o debate com António Costa, que sai muito mais caro viajar num voo direto da TAP de Lisboa para São Francisco, do que num voo da TAP de Madrid para São Francisco, com escala em Lisboa. Companhia diz que é a lei da oferta e da procura e que ″os voos diretos entre dois destinos têm sempre uma procura mais elevada do que os voos com escalas″.

A situação da TAP cruza-se muitas vezes com questões políticas. Nesta quinta-feira, entrou indiretamente na campanha para as eleições legislativas de 30 de janeiro. A campanha só arranca oficialmente na próxima semana, mas o debate desta quinta-feira de mais de uma hora entre o secretário-geral do PS e o presidente do PSD chamou a companhia aérea para o debate.

"Um voo da TAP que faz Madrid-São Francisco e faz escala em Lisboa. Sabe quanto paga um espanhol? Paga 190 euros por ir de Madrid a São Francisco, com escala em Lisboa. Quanto paga um português se apanhar um avião para ir para São Francisco? Paga 697 euros. É companhia de bandeira, mas é companhia de bandeira espanhola ou de outro país qualquer. Quem pagamos somos nós", disse Rui Rio, presidente do PSD.

A TAP defende-se explicando que os preços dos voos são determinados pela lei da oferta e da procura. Em particular, os voos para destinos long��nquos são mais cómodos sem a necessidade de efetuar escalas, por isso, têm mais procura e preços mais elevados.

"Os preços são determinados pela lei da oferta e da procura. A tendência para qualquer consumidor é de preferir voos diretos, sem escalas", explica fonte oficial da companhia.

"Para a TAP atrair passageiros que desejam voar entre Madrid ou Barcelona e um destino nos EUA - o exemplo dado, mas válido para quase todos os casos - deve ter um preço que seja competitivo com a oferta de companhias aéreas que operam voos diretos na mesma rota, ou com uma escala em qualquer outro hub", acrescenta.

A transportadora diz mesmo que os voos "diretos entre dois destinos têm sempre uma procura mais elevada do que os voos com escalas. A lei da oferta e da procura funciona, pelo que são normalmente mais caros do que os voos com escalas, um produto mais demorado, menos confortável e pior, desse ponto de vista".

Recorrendo à plataforma de voos Skyscanner e simulamos uma viagem de Lisboa a São Francisco entre os dias 17 e 24 de janeiro. Na TAP, essa viagem de ida e volta ronda os 791 euros. Nessas mesmas datas, se viajássemos do Porto, ida e volta sairia mais barato - 702 euros - mas teríamos de fazer escala em Lisboa.

Partindo de Lisboa, com uma escala, nessas datas, a opção mais barata que encontrámos foi de voar para Frankfurt e de lá para os EUA. Ida e volta ficaria nos 722 euros.

Fazendo a viagem Madrid-São Francisco, ida a 17 de janeiro e regresso a 24, o preço seria de 396 euros, mas com escala em Lisboa.

Na mesma ferramenta, simulando voos de Madrid para São Francisco, pela British Airways, nas mesmas datas, ida e volta, os preços rondam os 455 euros, mas terá de ser feita escala no aeroporto londrino de Heathrow. Porque um voo direto de Londres para São Francisco, por esta companhia, nas mesmas datas, ida e volta, o valor é de 768 euros.

Plano de reestruturação

Já esta sexta-feira, o presidente do PSD, segundo a Lusa, assegurou que, caso vença próximas eleições, cumprirá o programa de financiamento da TAP aprovado pela União Europeia, procurando, a seguir, encontrar um comprador.

"Se eu agora não meter o que falta, perco tudo aquilo que lá foi metido", o que seria uma "completa irracionalidade", declarou, defendendo que se conclua a capitalização da empresa para, depois, "procurar encontrar alguém no mundo que queira comprar a participação do Estado" e assim "recuperar qualquer coisa".

Salientando que a TAP acumula prejuízos ao longo dos anos, que têm vindo a ser pagos "por impostos dos portugueses", Rio afirmou que, com o "abanão fortíssimo" sofrido pela empresa devido à pandemia da covid-19, teria optado pelo encerramento e, se houvesse interesse de privados, criar "ao lado, de raiz, uma companhia nova, como foi feito noutros países".

NewsItem [
pubDate=2022-01-14 19:31:00.0
, url=https://www.dinheirovivo.pt/empresas/tap-defende-se-do-psd-os-precos-sao-determinados-pela-lei-da-oferta-e-da-procura-14493306.html
, host=www.dinheirovivo.pt
, wordCount=622
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_01_14_2044940441_tap-defende-se-do-psd-os-precos-sao-determinados-pela-lei-da-oferta-e-da-procura
, topics=[tap, empresas, economia, aviação]
, sections=[economia]
, score=0.000000]