observador.ptobservador.pt - 14 jan. 23:19

A Sérvia libertou a revolta (entre outra prova de mentira) mas foi tarde: Djokovic vai aguardar audiência no Tribunal num centro de detenção

A Sérvia libertou a revolta (entre outra prova de mentira) mas foi tarde: Djokovic vai aguardar audiência no Tribunal num centro de detenção

Do presidente à família real, passando pela Federação de Ténis ao laboratório que analisou resultado positivo, Sérvia está em alvoroço com suspensão do visto do jogador. Cenário piora: vai ser detido.

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Em atualização

Se a noite na Sérvia está a ser marcada pela indignação, a manhã na Austrália adensou ainda mais a trama em torno de Nova Djokovic: à semelhança do que tinha acontecido no final da última semana, o número 1 do ranking mundial ATP vai aguardar pela presença no Tribunal Federal num centro de detenções para imigrantes, esperando nesse local por uma audiência marcada para horas antes daquela que poderia ser a estreia no primeiro Grand Slam do ano – e que parece ser cada vez mais um cenário em risco.

Como explica a CNN, a detenção ocorreu esta manhã de sábado em Melbourne (final da noite em Portugal) e foi justificada pela decisão de revogar o visto do jogador pelo ministro da Imigração, Alex Hawke. O sérvio é acusado de fornecer informações falsas às autoridades australianas no pedido do visto, quando disse que não tinha feito qualquer viagem nos 14 dias que antecederam a chegada à Austrália – algo que o próprio jogador assumiu que estava errado, sublinhando que se tratava de um equívoco “humano”.

O jornal The Age acaba também de anunciar uma decisão do Tribunal Federal em relação a este processo: a audiência que em princípio funcionará como ponto final de toda a novela está marcada para as 9h30 de domingo na Austrália, 22h30 de sábado em Portugal. A hora foi aceite em comum acordo com as duas partes, havendo apenas divergências em relação à possibilidade de haver a decisão de apenas um juiz ou do conselho constituído pelos três juízes – uma decisão importante em termos processuais, na medida em que, caso não seja decidido apenas por um juiz, Alex Hawke perderá depois a possibilidade de recurso.

NewsItem [
pubDate=2022-01-14 23:19:34.0
, url=https://observador.pt/2022/01/14/a-servia-acordou-de-novo-mas-foi-tarde-djokovic-vai-aguarda-audiencia-no-tribunal-num-centro-de-detencao/
, host=observador.pt
, wordCount=291
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_01_14_1683636388_a-servia-libertou-a-revolta-entre-outra-prova-de-mentira-mas-foi-tarde-djokovic-vai-aguardar-audiencia-no-tribunal-num-centro-de-detencao
, topics=[open da austrália, desporto, ténis]
, sections=[desporto]
, score=0.000000]