tek.sapo.pttek.sapo.pt - 26 nov. 09:46

Analista da Apple prevê lançamento de headset de realidade aumentada em 2022

Analista da Apple prevê lançamento de headset de realidade aumentada em 2022

O headset da Apple vai operar sem a necessidade do apoio de um iPhone, sendo equipado com um chip com uma capacidade de processamento semelhante a um computador Mac....

Há muito tempo que surgem rumores em torno do headset de realidade aumentada, uma área que a Apple quer marcar presença, mas ainda não abriu o jogo dos seus planos. Tem havido rumores sobre a abordagem da gigante tecnológica, como a necessidade de este depender do iPhone para trabalhar, por não ter potência suficiente.

Mas numa recente nota a investidores, o analista especialista em assuntos da Apple, Ming-Chi Kuo, avança com algumas projeções sobre o headset e uma das informações é contraditória até aqui, salientando que o sistema será de facto autónomo e com uma capacidade de processamento ao nível de um computador Mac. E que este terá o seu próprio ecossistema, para uma experiência mais envolvente para os utilizadores.

O analista avança que a Apple poderá lançar o headset de realidade aumentada em 2022, avança o 9to5Mac que esteve presente na reunião de investidores. É referido que o processador do equipamento vai ser a principal diferença em relação à sua concorrência, colocando a empresa liderada por Tim Cook na dianteira da tecnologia.

Nas suas notas, Ming-Chi Kuo salienta que o headset poderá ser utilizado de forma autónoma, sem a necessidade de um Mac ou iPhone, tem uma elevada capacidade de processamento, sendo capaz de suportar um grande leque de aplicações, em vez de apps específicas.

A sua aposta vai mesmo para um lançamento no quarto trimestre de 2022, reforçando algumas características que já tinha referido anteriormente, de que o headset suporta Wi-fi 6E para maior largura de banda e menor latência. Esta característica deverá mesmo passar a ser norma em todos os sistemas, libertando os equipamentos dos fios dos computadores, como já se vê no Oculus Quest do Meta.

Para o analista, o objetivo da Apple é substituir o normal conceito de smartphone, o iPhone, por sistemas de realidade aumentada daqui a 10 anos, sendo este headset o primeiro passo nesse sentido. Ainda no que diz respeito a este equipamento, o analista prevê que seja lançado com dois ecrãs micro OLED da Sony com uma resolução de 4K, que no seu entender também podem suportar realidade virtual, é salientando na publicação.

Em rumores anteriores, a Apple estaria a apostar numa headset muito leve, com apenas 150 gramas, com um design orientado para uma utilização prolongada. Também já se falou de patentes focadas em acessórios de realidade virtual e aumentada em que os utilizadores “vestem” nos pés. Trata-se de um wearable háptico baseado em sinais sensoriais associados ao movimento dos pés.

NewsItem [
pubDate=2021-11-26 09:46:27.0
, url=https://tek.sapo.pt/mobile/equipamentos/artigos/analista-da-apple-preve-lancamento-de-headset-de-realidade-aumentada-em-2022
, host=tek.sapo.pt
, wordCount=409
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_11_26_307089980_analista-da-apple-preve-lancamento-de-headset-de-realidade-aumentada-em-2022
, topics=[apple, ar, tecnologia, wearable, realidade-aumentada, headset ar, iphone]
, sections=[ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]