www.jn.ptjn.pt - 26 nov. 11:52

O que se sabe (e o que está por saber) sobre a nova variante que preocupa os especialistas

O que se sabe (e o que está por saber) sobre a nova variante que preocupa os especialistas

A grande preocupação em torno da nova variante sul-africana da covid-19 é o elevado número de mutações, que pode ajudar o vírus a evitar as defesas do corpo. Portugal acompanha o caso "com muita preocupação".

A nova variante do Sars-CoV-2 identificada na África do Sul, o país africano mais afetado pela pandemia (com 2,9 milhões de casos e mais de 89.600 mortes), é a variação do vírus com mais mutações detetadas até agora, razão pela qual está a gerar especiais preocupações entre a comunidade científica. Embora a característica de extrema mutabilidade não represente automaticamente, por si só, um cenário trágico, é importante perceber os efeitos que as mutações podem implicar, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS), alertada na quarta-feira para a existência da nova variante.

Para já, nesta fase ainda inicial, há mais perguntas do que respostas, não existindo certezas sobre, por exemplo, quão rapidamente a nova variante se propaga ou sobre qual a sua resistência ou vulnerabilidade à proteção dada pelas vacinas - que é uma das grandes preocupações partilhadas pelos especialistas internacionais, tendo em conta a diferença radical entre a nova variante e a original, identificada em Wuhan, na China, em finais de 2019.

NewsItem [
pubDate=2021-11-26 11:52:00.0
, url=https://www.jn.pt/mundo/o-que-se-sabe-e-esta-por-saber-sobre-a-nova-variante-que-preocupa-os-especialistas-14355172.html
, host=www.jn.pt
, wordCount=164
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_11_26_1143194677_o-que-se-sabe-e-o-que-esta-por-saber-sobre-a-nova-variante-que-preocupa-os-especialistas
, topics=[áfrica do sul, mundo, variantes, covid-19, �frica do sul]
, sections=[actualidade]
, score=0.000000]