www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 27 out. 18:46

Paulo Portas diz que o mundo ″caminha para um IRC global de 15%.″

Paulo Portas diz que o mundo ″caminha para um IRC global de 15%.″

Antigo governante considera que, futuramente, as multinacionais serão taxadas em todo o mundo com um IRC de 15%. Observatório Fiscal da União Europeia acredita que Portugal poderia arrecadar 100 milhões de euros este ano com esse imposto.

O antigo vice-primeiro-ministro e antigo líder do CDS-PP, Paulo Portas, considera que a taxa mínima de 15% de IRC para empresas multinacionais, em todo o mundo, será uma futura realidade. "O mundo caminha para um IRC global no mínimo de 15%", afirmou esta quarta-feira o antigo governante, no seminário "Orçamento de Estado 2022" (OE2022) que decorreu na AESE Business School, em Lisboa.

A leitura de Paulo Portas surge numa altura em que o país debate o OE2022, cuja inviabilização está em cima da mesa esta quarta-feira, por falta de consenso entre os partidos com assento parlamentar, sendo que confederações patronais e empresas se queixam que a proposta do Governo não oferece uma boa realidade para as empresas nacionais.

Quanto à taxa de IRC global de 15%, ainda hoje, o Observatório Fiscal da União Europeia (UE), um organismo independente sobre fiscalidade comunitária, fez saber que Portugal poderia arrecadar 100 milhões de euros este ano com um IRC mínimo de 15% às multinacionais.

No mesmo seminário, Paulo Portas analisou o impacto da pandemia da Covid-19 no mundo, bem como o contexto pandémico salientou assimetrias entre as diferentes regiões do mundo.

"A generalidade das economias europeias só recuperará em 2022. Não é possível falar de uma pandemia simétrica quando há diferenças de três anos em termos económicos de recuperação", disse.

"Se o tempo é dinheiro, a china perdeu 6 meses, os EUA 12 meses e a Europa perderá entre ano e meio e dois anos, do ponto de vista de velocidade de recuperação [...] Nós para recuperarmos globalmente precisamos dos instrumentos básicos da globalização que ainda não estão ajustados e nos fazem viver diariamente com desajustamentos entre a oferta e a procura. Mas para recuperarmos uma economia global precisamos de comércio aberto", acrescentou o político.

Ora, realçou Portas, "há uma exagerada dependência das economias ocidentais dos mercados asiáticos que quando as coisas apertam". Por isso, "não há nenhuma hipótese da geopolítica ficar igual depois de todas estas transformações."

NewsItem [
pubDate=2021-10-27 17:46:00.0
, url=https://www.dinheirovivo.pt/economia/nacional/paulo-portas-diz-que-o-mundo-caminha-para-um-irc-global-de-15-14263279.html
, host=www.dinheirovivo.pt
, wordCount=319
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_10_27_1692971560_paulo-portas-diz-que-o-mundo-caminha-para-um-irc-global-de-15-
, topics=[economia, nacional]
, sections=[economia, sociedade]
, score=0.000000]