jornaleconomico.sapo.ptjornaleconomico.sapo.pt - 14 out. 19:32

Feiras de casamentos de regresso. Sector gera volume de negócios superior a 900 milhões anuais

Feiras de casamentos de regresso. Sector gera volume de negócios superior a 900 milhões anuais

Em 2020, celebraram-se apenas 18.902 casamentos, o que corresponde ao número mais baixo desde que há registos do Instituto Nacional de Estatística. Exponoivos volta à FIL e à Exponor ainda este mês.

As feiras de casamentos, a pensar no próximo ano, estão a voltar em força para organizar os eventos de quem viu os planos matrimoniais adiados pela pandemia. Com o último passo no desconfinamento dado desde o início do mês, estas empresas mostram-se prontas para recomeçar o trabalho presencial e receber visitantes.

É o caso da Exponoivos, que está quase de regresso para assinalar o ponto de viragem das feiras em Portugal, com data marcada para os dias 16 e 17 de outubro na FIL – Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações, em Lisboa, e para os dias 30 e 31 de outubro na Exponor, no Porto.

Aquela que será a primeira feira do sector aberta ao público no “pós-Covid-19”, garante, em comunicado divulgado esta quinta-feira, que seguirá os protocolos de segurança sanitária da Direção-Geral da Saúde (DGS).

“Feiras como a são, no geral, responsáveis por gerar mais de 229 mil milhões de euros em todo o mundo, movimentando cerca de 4,5 milhões de expositores e atraindo 303 milhões de visitantes. Segundo dados da UFI – The Global Association of the Exhibition Industry, as feiras são responsáveis pela criação de 2,5 milhões de empregos em todo o mundo”, destaca a entidade.

Em 2020, celebraram-se apenas 18.902 casamentos, o que corresponde ao número mais baixo desde que há registos do Instituto Nacional de Estatística (INE). Em termos percentuais, os matrimónios foram menos 43,2% que no ano anterior. Segundo o INE, em quase dois terços dos casamentos (63,4%), os nubentes já moravam juntos.

Na opinião deste player, é “indiscutível” a importância das feiras com Exponoivos, AveiroNoivos, CoimbraNoivos, Showeddings, FeiraNoivos ou SantarémNoivos na retoma económica do país, nomeadamente para a indústria dos casamentos, sendo que o volume de negócios em Portugal é superior a 900 milhões de euro e contribui com 0,5% para o Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

“É gerador de dezenas de milhares de empregos diretos e indiretos nos mais de 40 subsetores de atividade envolvidos na indústria do casamento”, sublinha a feira que este ano acontecerá sob o mote #lovemustgoon, contando com a presença de cerca de 150 empresas de espaços para a festa, moda, joalharia, lua-de-mel, transporte, flores, estacionário, animação, entre outros.

NewsItem [
pubDate=2021-10-14 18:32:46.0
, url=https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/feiras-de-casamentos-estao-de-regresso-sector-gera-volume-de-negocios-em-portugal-superior-a-900-milhoes-anuais-796242
, host=jornaleconomico.sapo.pt
, wordCount=359
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_10_14_874107058_feiras-de-casamentos-de-regresso-sector-gera-volume-de-negocios-superior-a-900-milhoes-anuais
, topics=[empresas, economia]
, sections=[economia]
, score=0.000000]