rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 14 out. 01:11

Médias sobem na segunda fase, com mais de nove mil colocados

Médias sobem na segunda fase, com mais de nove mil colocados

Cerca de 60% dos candidatos à segunda fase do concurso nacional de acesso falharam entrada no ensino superior público.

A segunda fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) ao ensino superior com uma

no ensino superior público nesta fase, mas 72% dos colocados entraram nas suas três primeiras opções.

De acordo com os dados oficiais divulgados esta quarta-feira pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), na segunda fase a média mais alta do último colocado pertence ao curso de Medicina da Universidade do Porto,

Seguem-se Engenharia Aeroespacial da Universidade de Aveiro e Medicina da Universidade de Minho, com notas médias de entrada de 19,48 valores e 19,27 valores, respectivamente.

Na lista dos há, ainda, Engenharia e Gestão Industrial e Design de Comunicação da Universidade do Porto, Engenharia Física Tecnológica e Engenharia Aeroespacial da Universidade de Lisboa, Engenharia e Gestão Industrial do Instituto Politécnico do Porto e Medicina da Universidade de Coimbra.

No fim da tabela fica o curso de Agronomia do Instituto Politécnico de Castelo Branco, com uma nota de acesso de 9,6 valores.

Para os estudantes agora colocados, junto da instituição de ensino superior. As vagas colocadas a concurso na terceira fase são divulgadas no dia 21 de outubro.

A candidatura à terceira fase do concurso é apresentada entre Na primeira fase do concurso nacional de acesso já tinham sido colocados 49.452 estudantes, dos quais se

NewsItem [
pubDate=2021-10-14 00:11:00.0
, url=https://rr.sapo.pt/noticia/pais/2021/10/14/medias-sobem-na-segunda-fase-com-mais-de-nove-mil-colocados/256736/
, host=rr.sapo.pt
, wordCount=203
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_10_14_230797161_medias-sobem-na-segunda-fase-com-mais-de-nove-mil-colocados
, topics=[informação, país]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]