www.jn.ptjn.pt - 26 set. 15:00

Quando publicar a todo o custo tem um custo demasiado alto

Quando publicar a todo o custo tem um custo demasiado alto

Edições de autor com chancela são opção recorrente para quem sonha publicar um livro. Valor pode chegar aos oito mil euros.

Os ingleses chamam-lhe "vanity press". Um termo depreciativo que sugere uma vaidade promocional dos autores, dispostos a tudo, até mesmo a custearem as próprias edições, para verem o seu livro publicado.

Não falta, todavia, quem veja na sua existência um conjunto de vantagens. A começar pelos próprios escritores. "Em última instância, mais vale publicar do que não publicar", defende Tiago Moita. Com oito livros já lançados neste regime, o autor sanjoanense até admite que muitas destas editoras são "fábricas de livros", "sem cuidado na revisão ou nos acabamentos", mas salienta o papel que desempenham "na democratização da edição" e "na aposta em novos autores", missão que as restantes editoras "abandonaram".

NewsItem [
pubDate=2021-09-26 14:00:00.0
, url=https://www.jn.pt/artes/quando-publicar-a-todo-o-custo-tem-um-custo-demasiado-alto-14159518.html
, host=www.jn.pt
, wordCount=109
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_09_26_533466234_quando-publicar-a-todo-o-custo-tem-um-custo-demasiado-alto
, topics=[editoras, livros, artes]
, sections=[vida]
, score=0.000000]