pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 15 set. 01:30

Intel vai reduzir o preço dos chips para servidores e tornar-se mais forte contra a AMD

Intel vai reduzir o preço dos chips para servidores e tornar-se mais forte contra a AMD

A Intel vai baixar o preço dos chips para servidores e reforçar o seu poder para se tornar numa concorrente mais forte contra a AMD.

O mercado de hardware está bastante interessante, não só pelos produtos que vão sendo desenvolvidos, mas sobretudo pela concorrência a que assistimos entre as fabricantes de chips.

Por sua vez, no mercado de servidores, a Intel tem sentido a pressão do crescimento da AMD. Neste sentido, a gigante tecnológica vai agora baixar o preço dos chips para este segmento e reforçar o seu poder para se tornar numa concorrente mais forte contra a empresa de Lisa Su.

Inter quer tornar-se mais forte no mercado de servidores

A AMD é atualmente a grande dor de cabeça da Intel no segmento dos processadores. E no que respeita em concreto ao mercado dos servidores, a empresa de Lisa Su está cada vez mais forte, o que se reflete na crescente participação da AMD neste setor. Como consequência, a Intel viu-se obrigada a repensar a sua estratégia para se tornar numa rival mais forte contra esta ameaça.

Desta forma, a marca de Pat Gelsinger terá optado por baixar o preço dos seus chips para servidores. Segundo o DigiTimes, já se conseguem encontrar bastantes processadores dedicados a este segmento a preços mais baixos dos que haviam sido recomendados pela Intel.

AMD tem algumas desvantagens...

Por outro lado, tal como foi realçado pelo site Tom's Hardware, a AMD tem algumas desvantagens nesta corrida. Ou seja, a empresa não tem fábricas próprias para a produção dos seus chips Zen e também conta com menos recursos do que a Intel.

Contudo, mesmo assim, a participação neste mercado da AMD tem crescido. A marca indica que as receitas em produtos de data centers e servidores, como o CPU Epyc, são grandes responsáveis por este aumento.

Segundo dados da Puget Systems, empresa especializada em computadores para servidores e data centers, as vendas da AMD na sua loja passaram de 5% em junho de 2020 para 60% em junho deste ano. A Mercury Research indica que a empresa de Lisa Su obteve 9,5% de participação no mercado global de CPUs para servidores no segundo trimestre de 2021. Esta percentagem representa um aumento de 4% ano a ano, apesar de ser menos 1% face ao trimestre anterior onde alcançou 10,5%.

Já a Intel tem o total controlo da produção dos seus chips, devido às suas fábricas. Mas também possui mais recursos económicos do que a rival, o que lhe permite este género de estratégia.

NewsItem [
pubDate=2021-09-15 00:30:07.0
, url=https://pplware.sapo.pt/gadgets/hardware/intel-vai-reduzir-o-preco-dos-chips-para-servidores-e-tornar-se-mais-forte-contra-a-amd/
, host=pplware.sapo.pt
, wordCount=388
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_09_15_947787365_intel-vai-reduzir-o-preco-dos-chips-para-servidores-e-tornar-se-mais-forte-contra-a-amd
, topics=[tecnologia, processador, chips, servidores, amd, cpu, intel, hardware]
, sections=[ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]