www.jn.ptjn.pt - 15 set. 01:00

Sobre fechar a TAP

Sobre fechar a TAP

Só há uma atitude lúcida e patriótica perante o descalabro da TAP. Começa por encarar o problema. Que é irresolúvel há quarenta anos e representa um encargo monumental para os contribuintes.

No início do mês, a Associação Comercial do Porto apresentou um conjunto de observações à Comissão Europeia, no âmbito da investigação ao apoio do Estado português à TAP. Somos parte interessada, desde logo porque desde sempre lutámos pela racionalidade e pelo equilíbrio territorial na aplicação de dinheiros públicos, bem como defendemos a importância de um adequado sistema de transportes como motor do desenvolvimento económico.

O que pedimos a Bruxelas é o mesmo que queremos em Portugal: responsabilidade e sensatez. A TAP não pode perder 2 mil milhões de euros em 10 anos, receber 1,2 mil adicionais, vir pedir mais 3,2 mil para se reestruturar e querer ficar na mesma, como se nada fosse. Os governos (apenas o de Passos Coelho tentou, mas mal, resolver a questão) não podem ignorar o sorvedouro em que a empresa se transformou, delapidando alegremente o dinheiro dos contribuintes.

Solução: aplicar o básico do direito comercial e das boas práticas de gestão, fechando a TAP. Reservar para o acionista (o Estado) os ativos com valor - os direitos que a companhia detém no Aeroporto de Lisboa, negociando-os ou transmitindo-os para uma nova transportadora. As ligações ao Brasil, aos Estados Unidos e a parte de África, privilegiadas pela nossa localização atlântica, ficariam assim asseguradas. Depois, através das entidades regionais de turismo ou organismos correspondentes, deve promover-se uma política de captação de rotas (internas e internacionais), que promovam a coesão nacional e constituam um impulso económico.

É fácil? Não. Cria desemprego? Não necessariamente. Poupa os cofres da Fazenda Pública? Sem dúvida. A Suíça fez isto na Swissair, a Bélgica com a Sabena e a Itália está a fechar a Alitalia. Não consta que sejamos mais ricos ou mais espertos que qualquer destes três países. Mas, como esses países, está na altura de também termos coragem.

Empresário e presidente da Associação Comercial do Porto

NewsItem [
pubDate=2021-09-15 00:00:00.0
, url=https://www.jn.pt/opiniao/nuno-botelho/sobre-fechar-a-tap-14121071.html
, host=www.jn.pt
, wordCount=301
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_09_15_810448292_sobre-fechar-a-tap
, topics=[opinião, nuno botelho, opiniao]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]