sol.sapo.ptVasco Ribeiro - 15 set 22:36

Regras Internacionais de Etiqueta à Mesa

Regras Internacionais de Etiqueta à Mesa

Como o retorno à nova normalidade e com o retomar das viagens para o estrangeiro, seja em lazer e/ou trabalho, torna-se essencial fazer boa-figura nos países que visitará.

Por Vasco Ribeiro

Comporte-se à mesa quando está noutro país que não o seu adotando regras de etiqueta aceites no país de chegada e evite gafes que em muitos dos seguintes países são interpretadas como uma ofensa em vários aspetos.

Por isso, tome nota e coloque em prática as seguintes 8 regras internacionais:

Arábia Saudita: Coma sempre com a mão direita e afaste sempre a mão esquerda da mesa e respetiva comida. Não é permitida a ingestão de bebidas alcoólicas. Antes de iniciar qualquer refeição lave sempre as mãos. Espere que as pessoas de idade mais avançada iniciem a refeição. Deve ainda retirar os sapatos para entrar em casa de um árabe e nunca mostre a planta dos pés nem sequer cruze as pernas no joelho.

África do Sul: faça-se acompanhar sempre de um pequeno presente como forma de agradecimento ao anfitrião (entregue-o na sua mão) por ter sido convidado para jantar na sua casa. Se for jantar, é considerado rude e uma falta de educação comer com os seus sapatos, por isso deixe-os à porta. Além disso, evite olhar olhos nos olhos enquanto estiver a jantar com alguém.

Afeganistão: sempre que o pão cair no chão, levante e beije-o. Ao sentar os seus convidados à mesa, evite ao máximo sentar os que lhe são mais próximos junto à porta, sentando-os o mais distante da porta possível.

Alemanha: corte sempre o máximo de alimentos possível com o garfo, pois é uma forma de elogiar o chef de cozinha que a preparou pela comida estar tenra. Nunca corte a alface numa salada, opte por dobrá-la com o garfo e de seguida espete-a com o garfo. Coloque sempre o guardanapo sobre o colo, não apoie os cotovelos na beira da mesa e durante as refeições não toque fisicamente na pessoa ao seu lado enquanto estiver à conversa. A pontualidade para os alemães é equiparada à dos britânicos, sempre a horas e sem qualquer tipo de atraso.

Austrália: quando for convidado pergunte com antecedência ao anfitrião se deve levar vinho ou cerveja. Quando o jantar terminar deve oferecer-se para lavar a louça ou, em alternativa, para ajudar a arrumar a cozinha.

Áustria: é possível que não pague a sua refeição. Segundo o senso comum dos austríacos, parte-se do princípio tácito que se pedir a conta ao empregado de mesa três vezes e ele não lha entregar pode sair do restaurante sem pagar.

Bulgária: não vale oferecer flores amarelas como gratidão se for jantar a casa de algum búlgaro. Para o povo deste país as flores amarelas equivalem a ódio. 

Cambodja: nunca se esqueça de se deliciar manifestando-se pela forma como come, através dos lábios, para transmitir a satisfação sem igual pela sua refeição de deleite. Nunca mostre a sua língua enquanto come, por isso mantenha sempre sua boca fechada, pois no Camboja comer com a boca aberta é inadequado.

NewsItem [
pubDate=2021-09-15 21:36:00.0
, url=https://sol.sapo.pt/artigo/746475/regras-internacionais-de-etiqueta-a-mesa
, host=sol.sapo.pt
, wordCount=467
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_09_15_478982332_regras-internacionais-de-etiqueta-a-mesa
, topics=[etiqueta, opinião]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]